Tamanho do texto

Cansados de esperar pelo poder público, vizinhos fizeram obras na rua por conta própria em 4 meses; Prefeitura afirma que enviará equipes ao local

asfalto arrow-options
Reprodução
Moradores contrataram dois caminhões de concreto para asfaltar a rua

Depois de mais de 20 anos esperando por obras de asfalto, os moradores do Parque Grande Rio, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, decidiram colocar a mão na massa por conta própria e concretaram suas ruas.

Leia também: Câmeras flagram traficantes fugindo por mata durante operação no Rio

Os 13 moradores da Rua Patrícia Machado fizeram uma vaquinha para contratar os dois caminhões de concreto. Cerca de R$ 400 para cada um. Em quatro meses, o asfalto nos 150 metros da rua estava pronto. 

"Há mais de 20 anos, pedimos esse asfalto. Pagamos IPTU em dia, mas não éramos atendidos. Fomos metendo a mão e fazendo tudo sozinhos, aos poucos. Começamos a obra em novembro e terminamos em março. Depois da rua, cada morador que contribuiu foi acertando sua calçada", conta o gesseiro Ismael Elias Guimarães Filho, de 57 anos, ao jornal Extra. 

Antes da obra, foram anos sofrendo com lama, buracos e sem direito a serviços básicos, como coleta de lixo, por exemplo. O caminhão de lixo não conseguia subir a rua. Em dias de chuva, a locomoção ficava ainda mais difícil. 

asfalto arrow-options
Reprodução
Vizinhos trabalharam nas obras por meses

A aposentada Lourdes Rodrigues, de 67 anos, já caiu na lama quando a rua ainda era de barro. Na sua casa, genro e neto contribuíram com R$ 300 no total e ainda ajudaram na obra. Nem todos os moradores puderam contribuir com o valor total, mas isso não impediu que eles participassem do mutirão. Afonso Martins, de 45 anos, conta que sua mãe deu um pequena contribuição, mas ele ajudou colocando a mão na massa. 

No entanto, no bairro ainda há muitas ruas esperando uma solução do poder público. É o caso da Hildebrando Silva, que segue sem pavimentação e com esgoto a céu aberto. 

Leia também: Jovem que teve “ladrão e vacilão” tatuado na testa passará 4 anos na prisão

A Secretaria de Infraestrutura de Nova Iguaçu disse ao jornal que enviará equipe aos locais citados para avaliar os problemas e estudar soluções. A prefeitura informou que vem buscando parcerias com os governos estadual e federal para realizar obras de saneamento e infraestrutura no município, devido às suas limitações orçamentárias.