paralisação de ônibus em São Paulo
Eduardo Carmim/Photo Premium/Agencia O Globo
Motoristas de ônibus do transporte público municipal, fazem protesto, parando os ônibus nos corredores de ônibus da avenida 23 de Maio

Os motoristas e cobradores de ônibus da cidade de São Paulo fizeram uma assembleia no fim da tarde desta quinta-feira (5). Eles decidiram voltar ao funcionamento normal já no fim da tarde de hoje e parar novamente a partir da meia noite de sexta-feira (6). Ao longo do dia os profissionais realizaram paralisação, bloqueando terminais de ônibus e faixas exclusivas em toda a cidade.

Leia também: Governo do Rio diz que vai aterrar estação do metrô que custou quase R$ 1 bilhão

O presidente do Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo ( SindMotoristas ), Valdevan Noventa, afirmou ao programa Brasil Urgente que por volta das 17h20 desta quinta os veículos já começariam a voltar a operar. 

O protesto dos motoristas e cobradores  interrompeu 23 terminais de ônibus na capital. Além disso, veículos foram estacionados em diversas ruas da cidade, impedindo o trânsito de coletivos. Em função dos protestos, o rodízio foi suspenso na tarde de quinta e ao longo de toda a sexta-feira.

A greve se deu contra os cortes de linhas e frotas de ônibus , contra a demissão de cobradores e pela participação nos lucros. A categoria conseguiu uma reunião com o secretário de de Transportes Edson Caran, mas não foi atendida pelo prefeito Bruno Covas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários