Tamanho do texto

Filho da mulher soterrada, de apenas três anos de idade, foi último a ser retirado de escombros de casa que desabou no bairro da Curicica

Casa que desabou na Zona Oeste do Rio arrow-options
Globonews / Reprodução
Pelo menos duas pessoas estão sob os escombros de casa que desabou no Rio

As duas vítimas soterradas pelo desabamento de uma casa no bairro da Curicica, Zona Oeste do Rio de Janeiro, na manhã desta segunda-feira (12) foram resgatadas pelo Corpo de Bombeiros com vida após mais de três horas de operação.

Raiane Silva Martins, de 21 anos, estava soterrada junto ao filho Nicolas Martins, de três anos, após desabamento de casa de três andares. A mulher e o filho estavam no primeiro pavimento da construção que ruiu por volta das 6h30. A criança foi a última a ser retirada na operação que contou com ajuda de mais de 40 bombeiros

Leia também: Casa desaba e deixa pelo menos duas pessoas desaparecidas no Rio 

Desabamento no Rio

Equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas por volta das 6h30 para atender à ocorrência de um desabamento de casa no bairro da Curicica, Zona Oeste do Rio. A construção fica às margens de um rio. A área está isolada pelos bombeiros, que trabalham nas buscas desde 7h.

Essa não é a primeira vez que uma construção rui na Zona Oeste do Rio de Janeiro em 2019. No mês de abril, dois edifícios ilegais desabaram no bairro de Muzema, deixando 24 pessoas mortas após uma intensa noite de chuvas.