Tamanho do texto

Pai da criança foi até Conselho Tutelar de Três Lagoas para denunciar abandono da filha por parte da mãe. Caso deve seguir para esfera judicial

Pés de criança pequena arrow-options
Pixabay/Creative Commons
Menina de nove meses foi deixada com criança de apenas doze anos

O pai de uma bebê de nove meses procurou o Conselho Tutelar da cidade de Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul, após sua ex-parceira deixar a criança com a filha mais velha dele (enteada dela), de apenas 12 anos, por causa de atrasos de nove dias na pensão alimentícia. 

O rapaz, que é serralheiro, disse que estava no trabalho quando recebeu uma foto da ex na frente da casa dele com a menina . No Conselho Tutelar, ele foi ouvido e recebeu orientações. 

Leia também: Pai é indenizado ao ser proibido de ver parto da filha que morreu após nascer 

“A genitora também passou a versão do caso, disse que ela não sabia que a enteada estava sozinha e acreditava que a babá da enteada estava dentro de casa”, afirmou um dos conselheiros tutelares de Três Lagoas, Daniel Batista. 

O órgão está acompanhando o caso. A investigação também seguiu para a esfera judicial , já que o pai da menina registrou boletim de ocorrência. Como os dois possuem guarda compartilhada, a mulher não deve ser indiciada por abandono de incapaz.