Tamanho do texto

Estado de saúde da Policial é grave, pois bala atingiu o coração e o pulmão. Ela está internada na UTI do Hospital Metropolitano, em Ananindeua

Policial de 23 anos reagiu a assalto em Ananindeua arrow-options
ARQUIVO PESSOAL / REPRODUÇÃO
Policial Ketlen Lima, de 23 anos, reagiu a assalto na cidade de Ananindeua

Uma policial militar grávida de cinco meses está em estado grave de saúde após ser baleada durante um assalto na cidade de Ananindeua, no Pará. 

Ketlen Lima Silva, de 23 anos, é soldado e estava com a mãe no Conjunto Guajará 1 quando foi abordada por um homem, que atirou contra a agente e roubou a arma que ela carregava.

Leia também: Policial militar é atingido no olho durante manifestação no Rio Grande do Sul 

Segundo a assessoria de imprensa do hospital, o tiro atingiu o coração e o pulmão da policial. Ela passou a tarde em cirurgia e está internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) no Hospital Metropolitano de Ananindeua. Os médicos acreditam que o bebê deve sobreviver se a mãe apresentar melhora clínica. 

Apesar de rondas policiais serem iniciadas após a tentativa de assalto, nenhum suspeito foi encontrado até o momento.