Tamanho do texto

Prefeito do Rio de Janeiro era acusado de infração político-administrativa

Marcelo Crivella
Tânia Rêgo/Agência Brasil
Câmara do Rio vota hoje o pedido de impeachment de Marcelo Crivella


A Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro votou por não cassar o mandato do  prefeito da cidade, Marcelo Crivella (PRB), na tarde desta terça-feira (25). Nas duas primeiras denúncias, o prefeito teve 35 votos contra o impeachement, contra 13 votos "sim". Na terceira, foram 34 votos "não" e 14 pelo impeachment. Houve uma abstenção.

Veja como foi a votação:


Leia também: Justiça nega suspensão do processo de impeachment de Crivella

Para a cassação definitiva do mandato do prefeito Marcelo Crivella  eram necessários dois terços dos votos dos membros da Câmara do Rio. Caso o resultado da votação seja absolutório, o presidente da Câmara do Rio determinará o arquivamento do processo.

Todos os vereadores presentes puderam votar, incluindo o presidente da Câmara do Rio, o vereador Jorge Felippe (MDB). O Legislativo não pode votar o parecer final da Comissão Processante, lido no Plenário Teotônio Villela no último dia 19. O documento não é conclusivo. Ele serve apenas para orientar os vereadores na decisão de seus votos sobre o processo que foi protocolado contra o prefeito. Na ocasião, o colegiado emitiu o parecer de improcedência integral da denúncia formulada contra o prefeito.

Leia também: Crivella entrega sua defesa à comissão processante da Câmara do Rio


    Leia tudo sobre: impeachment