Tamanho do texto

Segundo William Wesley Lelis Vieira, ele só tinha R$ 25,00 e os três balões que queria comprar custariam R$ 30,00, por isso fechou o vidro e saiu

IstoÉ

mulher sentada no chão após ser arrastada por carro
Arquivo pessoal
Vendedora foi arrastada por 150 metros em Taguatinga, no Distrito Federal

O empresário William Wesley Lelis Vieira, que  arrastou no último sábado (15) uma vendedora de balões de 73 anos no Distrito Federal ao tentar fugir sem pagar, disse em depoimento à Polícia Civil nesta terça-feira (18) “que não percebeu que estava arrastando a idosa”, de acordo com informações do G1 .

Segundo a reportagem, o homem admitiu que estava dirigindo a Mercedes -Benz avaliada em R$ 220 mil e afirmou que “só tinha R$ 25,00, por isso fechou o vidro”. A mulher que estava no banco do carona havia pegado três balões, que custariam R$ 30.

Ele disse que “fez uma brincadeira” ao fechar o vidro e arrancar o carro sem pagar pelos balões, afirmou o delegado do caso ao G1 .

Leia também: “Ele vai ter que pagar”, diz vendedora de balões que foi arrastada por carro

Ainda segundo a reportagem, o empresário explicou que foi ele quem sugeriu à amiga que puxasse os balões .