Tamanho do texto

Homem ofereceu uma carona à vítima até a igreja evangélica que ela frequenta e se identificou como médico

IstoÉ

médico peruano
Reprodução
Médico peruano é preso suspeito de abusar de jovem


Um médico peruano de 41 anos foi preso pela Polícia Civil em Guarulhos suspeito de ter estuprado uma estudante de 18 anos no dia 5 de maio. Segundo o G1, o homem ofereceu uma carona à vítima até a igreja evangélica que ela frequenta.

Segundo a vítima, o homem a abordou para perguntar aonde ficava um caixa-eletrônico. Como o médico  não sabia chegar ao local, perguntou aonde a jovem iria e ofereceu carona para levá-la ao culto na igreja.

Leia também: Vídeo mostra jovem sendo levada a suposto 'matadouro' antes de estupro; assista

Depois que ele se identificou como médico, a estudante disse que “estava com problemas na coluna, virilha e quadril”. No que ele parou o veículo em uma rua próxima e começou a passar as mãos em algumas partes do corpo, alegando que a estava examinando. Em seguida, o homem a estuprou sem camisinha. Ela pediu aos prantos para que ele parasse, mas o agressor ignorou os apelos.

Ele então foi até uma farmácia onde comprou uma pílula do dia seguinte e deu para a garota dizendo que não queria que ela engravidasse. No dia seguinte, a menina fez a denúncia na 3ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) e foi levada ao hospital onde tomou diversos remédios contra doenças sexualmente transmissíveis.

Leia também: Homem é preso por estupro de vulnerável após dormir com menina de 11 anos

O homem foi localizado pelo CPF que ele cedeu no momento da compra do remédio. Segundo os policiais, o médico alega que a relação sexual foi consensual.