Tamanho do texto

Homem de 22 anos se passou por adolescente de 16 para seduzir a menor de idade nas redes sociais; ela ficou desaparecida por cerca de dois dias

preso
Divulgação
Homem de 22 anos foi preso por estupro de vulnerável após enganar menina de 11 anos; ele fingiu ser um adolescente

Um homem de 22 anos foi apresentado, na manhã desta quinta-feira (23), pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) de Manaus. Ele foi detido por estupro de vulnerável após se passar por um adolescente para seduzir e dormir com uma menina de 11 anos.

Leia também: Secretaria condena evento "Adoção na Passarela", que causou polêmica na web

Segundo a investigação, o homem se aproximou da menor de idade pelas redes sociais fingindo ser um adolescente . Eles conversaram durante alguns meses e combinaram de se conhecer. O homem apanhou a garota na escola e a levou para casa.

Ambos desligaram os celulares por dois dias. A família da menina fez uma campanha pelas redes sociais após constatar o desaparecimento da jovem. Após ver a comoção, o suspeito deixou a menor de idade em um terminal de ônibus e voltou para casa.

Mesmo assim, ele acabou sendo detido após a menina contar a história à família. "Ela é só uma criança. Não se pode achar que pegar uma criança na porta da escola é uma coisa normal. Os pais precisam conversar mais com as crianças. Ela encontrou num estranho uma pessoa que ganhou a confiança dela pelas redes sociais. Poderia ter acontecido uma coisa muito pior. As famílias que tomem essa caso como um exemplo", declarou a delegada Joyce Coelho durante a apresentação do suspeito.