Tamanho do texto

Estudantes secundaristas das escolas públicas de São Paulo tentam chegar até a Secretaria Estadual de Educação, mas Polícia Militar para o protesto com bloqueio total de uma das vias da Avenida Paulista, em São Paulo

Manifestação, avenida paulista,
Reprodução/Instagram
Manifestação de estudantes secundaristas na Avenida Paulista


Estudantes secundaristas de escolas públicas de São Paulo começaram um protesto na capital paulista, nesta quinta-feira (23), com o objetivo de atravessar a Avenida Paulista, uma das principais vias da cidade, e chegar na Secretaria Estadual de Educação, que fica na Praça da República, no Centro.

Leia também: Entidades marcam novo protesto contra cortes na Educação para o dia 30 de maio

A Polícia Militar criou um bloqueio e fechou toda a pista da direita da Avenida Paulista para conter a manifestação . Após negociação, os policiais fizeram duas colunas para que os manifestantes pudessem concluir os protestos.

Dessa forma, os estudantes vão seguir até o final da Avenida Paulista, virando na Avenida da Colsolação para a chegada na Praça da República. A Polícia Militar informou que fará apenas a cobertura dos protestos, que segue pacífico.

Os manifestantes carregam cartazes com palavras de ordem contra a decisão do ministro da Educação , Abraham Weintraub, de cortes e contingenciamentos em universidades e na educação básica.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informou que Avenida Paulista defronte  ao MASP está bloqueada em ambos os sentidos, devido manifestação