Tamanho do texto

Idoso tentou pegar o animal em um sítio e acabou sendo atacado; o réptil acabou sendo capturado pelos bombeiros perto da unidade de saúde

cobra
Reprodução
Cobra de 1,5 metro estava enrolada no braço do homem quando ele chegou ao hospital

Uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade de Divinópolis, no interior de Minas Gerais, recebeu, na manhã desta segunda-feira (13), um paciente com uma cobra de 1,5 metro enrolada no braço.

Leia também: Onça-pintada rara que passeava pelas ruas de Juiz de Fora (MG) é capturada

A vítima, que tem 65 anos, disse aos médicos que estava em um sítio quando viu o animal e tentou pegá-lo com as mãos, mas acabou levando várias picadas. Ele só se livrou do réptil na porta da unidade de saúde. O Corpo de Bombeiros foi acionado e capturou a cobra.

"Ele pegou a cobra numa posição intermediária e a cobra picou a mão dele. Ele chegou na UPA com a cobra enrolada no braço, e ao ser encaminhado para o atendimento, jogou a cobra na área em frente à unidade e foi para a sala de atendimento”, disse o diretor da UPA, Marco Aurélio Lobão, em uma entrevista à TV Integração .

Ainda segundo a direção da unidade de saúde, o homem foi internado por conta do veneno da cobra, mas passa bem e não corre riscos. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a cobra foi encaminhada para o Parque do Gafanhoto.