Tamanho do texto

Segundo cadeirante, sua intenção não era atirar contra os policiais, mas sim chamar a atenção do País inteiro para o problema da falta de segurança

IstoÉ

cadeirante atirando
Reprodução/Youtube
Cadeirante invadiu a prefeitura e atirou contra os policiais, nessa terça

Antônio Simão Martins, de 48 anos, é cadeirante e foi baleado e preso, após invadir a Prefeitura de Barão de Melgaço (MT), na última terça-feira (7). Ele afirmou que não tinha segurança após ter sua casa assaltada. As informações são do G1 .

Leia também: Homem é flagrado agredindo a namorada e é indiciado pela polícia em SP

Martins passou por cirurgia e está internado no Pronto Socorro Municipal de Várzea Grande (MT). Ele estava armado com uma garrucha calibre 44, de uso restrito, e uma faca. O cadeirante invadiu a prefeitura e ameaçou funcionários e pessoas que estavam no local. Houve correria enquanto o homem atirava.

Leia também: Moradores deitam no chão durante intenso tiroteio em comunidade de Angra (RJ)

Em um vídeo, cadeirante aparece deitado no chão, dentro da prefeitura e atira na direção de policiais militares da cidade. Ele não queria entregar as armas e os policiais negociaram a rendição dele. Em entrevista à TV Centro América , ele afirmou que exigia segurança depois de ser assaltado dentro de casa. Martins também declarou estar arrependido de ter atirado contra os policiais.