Tamanho do texto

Criminoso estaria trocando tiros com policiais do Bope quando foi ferido

Granada Bolso
Reprodução/Internet
Criminoso estaria trocando tiros com policiais do Bope quando foi ferido; atendimento teria sido feito por populares

Um homem morreu com uma granada no bolso da calça no Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, na manhã desta quarta-feira. Ele teria sido baleado em confronto com policiais do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), na Cidade de Deus.

Leia também: Rendimento do prêmio da Mega na poupança paga salário de Fred e cachê de "Thor"

De acordo com a PM, o Esquadrão Antibomba foi acionado para neutralizar a granada . Ainda segundo a corporação, ele foi socorrido por populares e não por militares. O homem estava com o explosivo na sala de atendimento médico.

A direção do Hospital Municipal Lourenço Jorge informou que o criminoso deu entrada na unidade na manhã de hoje em estado gravíssimo. A granada foi descoberta no momento do atendimento, quando profissionais da saúde encontraram o artefato no bolso da calça do homem.

A Sala de Trauma foi esvaziada e policiais removeram o artefato para área externa, em local que não representasse perigo a pacientes e profissionais, até o recolhimento pelo Esquadrão Antibombas .

Leia também: Moro mantém Força Nacional em presídio que abriga "alta cúpula" do PCC

Ainda segundo o hospital, não houve prejuízos ao atendimento e a unidade segue em funcionamento normal. O paciente faleceu às 12h10.