Tamanho do texto

Testemunha afirma que o agressor quase atropelou a vítima e voltou depois para matá-la; o suspeito conseguiu fugir e ainda não foi identificado

vítima
Reprodução/Arquivo pessoal
Larissa teve ferimentos na cabeça e não resistiu

Uma mulher transgênero de 21 anos foi morta a pauladas na noite de sábado (4), na Alameda dos Tacaúnas, no bairro da Saúde, em São Paulo. O agressor ainda está foragido.

Leia também: Funcionária de padaria de SP questiona cliente sobre o que havia embaixo de saia

Uma testemunha contou à polícia que estava com Larissa Rodrigues da Silva quando um homem não identificado em um carro quase as atropelou. Posteriormente, por volta das 21h30, o autor retornou com o veículo, desembarcou com um pedaço de madeira e golpeou a transgênero .

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, a Polícia Militar foi acionada para atender a uma ocorrência de agressão e, ao chegar no local, encontrou a vítima caída com ferimentos na cabeça.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e levou Larissa ao Pronto Socorro Saboya, onde ela morreu. O caso foi registrado como homicídio pelo 27º Distrito Policial. O agressor fugiu e sua identidade ainda é desconhecida.