Tamanho do texto

Fernando Flávio Flores era da Rota, batalhão de elite da Polícia Militar

Um policial militar da Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (Rota), batalhão de elite da Polícia Militar de São Paulo , foi executado dentro de seu carro, em frente à sua casa, na manhã deste sábado (4).

Leia também: Polícia prende 44 integrantes do PCC e apreende R$ 1 milhão em operação

Carro do policial morto, com tiros na lataria
Divulgação/Polícia Civil
Policial da Rota é executado em frente sua casa, em São Paulo

O crime ocorreu no bairro de Interlagos, na Zona Sul da Capital. Segundo imagens de câmera de segurança obtido pelo G1 , o policial é atingido por dezenas de tiros após fechar o portão de sua residência e entrar no seu veículo.

Nas imagens, dois criminosos de dentro de um automóvel branco atiram contra o carro de Fernando Flávio Flores, do 1º Batalhão de Choque da Polícia Militar. Ele morreu no local.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, o cabo, que tinha 38 anos, estava deixando sua casa rumo ao trabalho.

"O caso está sendo apresentado no 101° Distrito Policial (Jardim das Embúias) e será investigado pela Polícia Civil por meio de inquérito policial com assessoramento do Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa - DHPP. Equipes da Corregedoria, que investigam crimes contra policiais, acompanharão as investigações", diz a Secretaria.

Leia também: MP e polícia cumprem mais de 50 mandados de prisão contra o PCC no estado de SP

Nesta sexta-feira (3), a Polícia Civil e o Ministério Público deflagraram operação contra integrantes de uma facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios.