Tamanho do texto

Segundo os bombeiros, canos de gás natural foram perfurados durante as obras da Sabesp; um homem ficou com 90% do corpo queimado por chamas

Incêndio região da Sé
Reprodução/Twitter
Incêndio gerado pelo vazamento começou por volta das 3h, no 7º andar de um prédio na rua das Carmelitas

Um vazamento de gás, causado por uma obra da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), resultou em um incêndio em um apartamento na região da Sé, no centro da capital paulista. O acidente aconteceu na madrugada desta sexta-feira (3) e, segundo o Corpo de Bombeiros, um homem chegou a ter 90% do corpo queimado pelas chamas. 

Leia também: Incêndio atinge área de oleoduto na zona leste de São Paulo

Segundo os bombeiros, canos da Companhia de Gás de São Paulo (Comgás) foram perfurados durante as obras da Sabesp. Os moradores dos edifícios da região, que tiveram que deixar suas casas durante a madrugada pela concentração de gás na rede de bueiros, amanheceram sem poder entrar em casa e sem previsão da situação ser normalizada. O fogo gerado pelo vazamento começou por volta das 3h, no 7º andar de um prédio na rua das Carmelitas.

"Eu acordei para ir no banheiro e senti um cheiro dentro de casa, daí ouvi um barulho e fui ver o que estava acontecendo. Voltei do banheiro quando ouvi uns pipocos, tipo tiros, abri a fresta da janela. Quando olhei era faísca na rua. Eu vi uma labareda de fogo, chamei meu esposo, uma senhorinha que mora comigo e saímos para rua”, contou uma das moradoras da região, em entrevista ao jornal Bom Dia SP da TV Globo .

Leia também: Em véspera de reintegração de posse, incêndio atinge favela na zona leste de SP

Ao todo, segundo os bombeiros , foram rompidas seis válvulas de fornecimento da Comgás . Para atender ao caso, foram encaminhadas à região da Sé 12 viaturas e 40 bombeiros. Além do homem que teve 90% do corpo queimado, uma mulher também passou mal durante o incêndio no centro de São Paulo. 

Em nota, a Comgás confirmou que o vazamento aconteceu devido a uma perfuração realizada na via por uma empresa de engenharia a serviço da Sabesp. Por sua vez, a Sabesp assumiu a falha durante os serviços noturnos e afirmou que "imediatamente foi acionado a Comgás para o fechamento" da perfuração. A companhia lamentou o acidente e disse que vai colaborar com a apuração do caso, assim como na prestação de assistência às vítimas.

Leia também: Incêndio de grandes proporções atinge prédio comercial no Brás, em São Paulo