Tamanho do texto

Medidores de energia da Celpa (Centrais Elétricas do Pará) estariam com defeito, gerando multas mais altas aos moradores da região do Baixo Xingu

moradores empurram carro no rio xingu
Reprodução/Youtube
Revoltados com alto preço das multas, moradores empurraram carro da Celpa para dentro do Rio Xingu

Moradores do município de Porto de Moz, no Pará, jogaram um carro da concessionária de energia do estado, a Celpa (Centrais Elétricas do Pará), dentro do Rio Xingu, na manhã desta segunda-feira (15). A ação foi motivada pelas altas multas cobradas pela companhia, que teriam revoltado os populares.

Leia também: Moradores reagem a latrocínio, cercam assaltantes e matam um a tiros em Manaus

Segundo os moradores, os medidores de energia elétrica tiveram problemas de aferição, o que gerou multas mais altas. O pedido dos populares que jogaram o veículo no Rio Xingu seria ainda para que outras empresas de energia realizassem as verificações dos medidores, além da Celpa.

Leia também: Homem joga cocaína pela janela durante perseguição e Dutra fica 'branca'

A empresa vem se envolvendo em diversas polêmicas desde o fim do ano passado e, em fevereiro, foi alvo de uma ação do Ministério Público do Estado do Pará (MP-PA) por negar a ligação ou religação e transferência de titularidade de conta contrato de fornecimento de energia elétrica . Além de cobrar o cumprimento do direito do consumidor, o MP-PA solicitou que a Celpa efetivasse a troca de titularidades em no prazo máximo de cinco dias.

Já o caso envolvendo os moradores do Baixo Xingu foi confirmado pela concessionária, que informou estar apurando mais detalhes. Apesar disso, ainda não foram divulgadas informações sobre possíveis feridos, nem sobre a ação de retirada do carro.

Leia também: Em vídeo, vice-prefeito de cidade paulista chuta radar: "Na minha cidade, não"

A Polícia Militar foi acionada e acompanha as movimentações ao redor do Rio Xingu desde que os moradores empurraram o carro da Celpa para o fundo do rio.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.