Tamanho do texto

Grupos ocuparam diferentes partes da famosa avenida de São Paulo no dia em que ex-presidente completa um ano preso em Curitiba (PR)

manifestantes contra o STF
Reprodução / Agência O Globo
Manifestantes do movimento "Vem pra Rua"

Movimentos de direita e esquerda promoveram manifestações na Avenida Paulista na tarde deste domingo (07), data em que completa um ano da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

De um lado, na Praça do Ciclista, apoiadores do ex-presidente Lula protestaram contra sua prisão, em razão da condenação no caso do triplex do Guarujá.

manifestante lula livre
Reprodução/Twitter @LulaOficial
Manifestante protesta contra um ano da prisão de Lula na manhã deste domingo (7),

Do outro lado da Avenida Paulista , na altura do Museu de Arte de São Paulo (Masp), os manifestantes centraram seus discursos contra o Supremo Tribunal Federal ( STF ), reivindicaram o impeachment do ministro Gilmar Mendes e fizeram a defesa da Operação Lava-Jato.

Leia também: "Lula e Dilma são mais inteligentes que eu. Valeu, Datafolha", ironiza Bolsonaro

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro chegaram a trocar empurrões e xingamentos com um grupo de petistas na altura do Masp. Ali, os manifestantes de direita, que se intitulam como "Lobos Patriotas" comemoravam a prisão do petista. Eles ergueram um boneco inflável do ex-presidente Lula quando começou a confusão.

Irritados, os apoiadores de Lula  gritaram xingamentos contra o presidente Bolsonaro e o ministro da Justiça, Sergio Moro. A polícia foi chamada e separou os manifestantes mais exaltados. De acordo com os agentes, não há registro de feridos.

confusão avenida paulista
Reprodução / Agência O Globo
Polícia entrou em ação para separar confusão na Avenida Paulista


    Leia tudo sobre: Lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.