Imagem de satélite mostra nuvens associadas a tempestade tropical Iba
Divulgação/Inmet
Imagem de satélite mostra nuvens associadas a tempestade tropical Iba

Uma tempestade tropical que se aproxima da região e da costa do Espírito Santo colocou cidades do sul da Bahia em alerta. Como medidas preventivas, aulas foram suspensas em escolas de Mucuri e Nova Viçosa e a energia dos postes de iluminação pública foi cortada, para evitar riscos de curtos-circuitos.

Leia também: Em Moçambique, 128 mil pessoas estão em abrigos improvisados após ciclone

O Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC/INPE), em colaboração com o Centro de Hidrografia da Marinha (CHM – Marinha do Brasil) e, com o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), informou que a tempestade batizada como Iba – “ruim” em tupi-guarani – se formou no litoral sul do estado e se desloca com ventos de 65 km/h. Um fenômeno de mesmo nível não era visto no Atlântico Sul desde 2001, o que instigou meteorologistas do Brasil e do exterior a monitorarem a tempestade em tempo real. 

Os efeitos do ciclone marítimo estão previstos para serem sentidos até terça-feira (26), no sul da Bahia e no Espírito Santo. A previsão é de que as ondas atinjam entre 3 a 5 metros em alto-mar, além de haver riscos para a ocorrência de uma ressaca atingindo a costa entre Vitória (ES) e Caravelas (BA), com ondas de até 2,5 metros na noite desta segunda-feira (25).  Além disso, são esperados ventos fortes nas proximidades do litoral dos dois estados que podem chegar a 87 km/h em alto-mar e 61 km/h junto à costa.

Você viu?

Leia também: Chegada do outono traz perspectivas de menos chuvas e temperaturas mais amenas

A Secretaria de Educação da Bahia foi questionada em relação à suspensão das aulas, porém, até o momento de fechamento desta matéria, não houve resposta. 

Enquanto isso, a Marinha do Brasil ainda fez um alerta aos navegantes, aos praticantes de esportes náuticos no geral e aos pescadores para que não naveguem em águas abertas e que avaliem a suspensão das atividades temporariamente. Além disso, a Marinha recomendou cuidado extra no fundeio e na amarração das embarcações, a fim de evitar que elas se soltem e fiquem à deriva.

Leia também: Tempestade causa 'chuva' de peixes vivos e cobre estradas com animais, em Malta

As autoridades ainda se preocupam com os efeitos causados pela tempestade tropical na costa, já que os municípios de Nova Viçosa e Mucuri vêm sendo afetados pela erosão e qualquer aumento da velocidade dos ventos pode aumentar os riscos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários