Tamanho do texto

Ex-presidente prestou solidariedade às vítimas da tragédia e afirmou que o "Brasil precisa de paz"; tragédia deixou 10 mortos, incluindo os atiradores

Massacre em Suzano: atirador invadiu a Escola Estadual Raul Brasil e abriu fogo contra funcionários e alunos
Reprodução
Massacre em Suzano: atirador invadiu a Escola Estadual Raul Brasil e abriu fogo contra funcionários e alunos

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva divulgou uma nota, por meio de sua assessoria, na qual presta solidariedade às vítimas do massacre em Suzano , ocorrido na manhã desta quarta-feira (13). Em uma mensagem com a assinatura do ex-presidente, o petista também defendeu que o país não precisa de mais armas.

“Que aqueles que incentivam a cultura do ódio e da violência entendam que não precisamos de mais armas para que massacres como o de Suzano não se tornem cotidianos em nosso país. O Brasil precisa de paz”, escreveu Lula sobre o massacre em Suzano .

O massacre promovido por dois ex-alunos da escola ocorreu pouco após as 9h30 desta manhã. De acordo com a Polícia Civil, cinco alunos morreram, além de duas funcionárias da escola, o tio de um dos atiradores e os dois criminosos, que suicidaram no local após o crime. Ainda não se sabe a identidade das vítimas. 

Leia também: "Essas coisas não aconteciam no Brasil" diz Mourão sobre o massacre

Outras 21 pessoas foram encaminhadas para hospitais da região após o tiroteio , entre feridos e outras pessoas que passaram mal. Não há informação sobre o estado de saúde delas. 

A polícia também encontrou uma mala com fios dentro da escola e o esquadrão antibombas foi acionado. Além disso, os agentes acharam um arco e flecha e garrafas que aparentam ser coquetéis molotov.

A polícia  divulgou os nomes dos dois atiradores que atacaram uma escola em Suzano, na Grande São Paulo. Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos, entraram na Escola Estadual Raul Brasil e abriram fogo contra alunos e funcionários.Os dois eram ex-alunos do colégio.

Um dos atiradores , Guilherme Taucci Monteiro, publicou várias fotos em suas redes sociais antes do crime. Nas imagens, ele aparece armado e vestindo uma máscara de caveira que foi utilizada no crime. Ambos os criminosos eram ex-alunos da escola.

As famílias dos dois atiradores foram localizadas e prestaram depoimento aos policiais sobre o massacre em Suzano . Um vídeo gravado por uma câmera de segurança flagrou os criminosos estacionando um carro em frente à escola e entrando calmamente pelo portão, que estava escancarado. Poucos segundos após a entrada dos atiradores, é possível ver alunos saindo do local correndo.

    Leia tudo sobre: Lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas