Tamanho do texto

Veículo passa por cima de berreira de proteção e cai no mar, enquanto embarcava em balsa de travessia entre Bertioga e Guarujá; adolescente ficou preso dentro do carro por cinto de segurança e foi resgatado já sem vida

Carro pula proteção de segurança e cai da balsa; adolescente fica preso no veículo e morre
Reprodução/ Dersa
Carro pula proteção de segurança e cai da balsa; adolescente fica preso no veículo e morre

Um adolescente de 15 anos morreu na noite dessa quinta-feira (27) após o carro em que ele estava cair de uma balsa em Bertioga, no litoral de São Paulo. Um inquérito foi aberto pela Marinha do Brasil, nesta sexta-feira (28), para apurar as causas do acidente. Apesar de ter resultado na morte do adolescente, um idoso de 77 anos conseguiu ser socorrido com vida.  

Leia também: Menino de 3 anos morre atropelado por trem na Linha 1-Azul do Metrô de SP

O acidente aconteceu enquanto o veículo em que estava Fernandes Tito e seu neto, Kauan Inácio, tentava acessar a balsa , para realizar a travessia entre Bertioga e Guarujá.

Segundo a Dersa, estatal responsável pela travessia, era por volta das 19h30 quando o carro, que estava em primeiro na fila de embarque, atravessou o espaço destinado aos veículos com velocidade acima da indicada, passou por cima da barreira de proteção e caiu no mar.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e, com a ajuda de uma lancha, dois botes e quatro mergulhadores, as equipes de resgate localizaram o carro e o idoso foi retirado do veículo com a ajuda de pescadores. O homem foi levado ao hospital em esstado inconsciente.  

Leia também: Ministério do Planejamento divulga feriados e pontos facultativos de 2019; veja

Já o adolescente não conseguiu sair do carro devido ao cinto de segurança, que ficou preso. Kauan afundou junto com o veículo e foi resgatado sem vida. O corpo do garoto foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Guarujá.

Com a ajuda de um guincho da Dersa, os bombeiros retiraram o veículo do mar, na madrugada desta sexta-feira, e o levaram à perícia para investigação. Os usuários que estavam na fila de embarque, em Bertioga , foram orientados a seguir por rota alternativa até ás 2h45, quando a travessia foi liberada e passou a operar normalmente.

Leia também: Mais de um terço das praias de São Paulo estão impróprias, aponta Cetesb

De acordo com a Marinha do Brasil, a equipe da Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP) foi encaminhada ao local para levantar mais informações e identificar os responsáveis pelo acidente na balsa .