Ações nas três das regiões mais perigosas do Rio de Janeiro destinam-se à verificação de denúncias de atividades criminosas
Reprodução
Ações nas três das regiões mais perigosas do Rio de Janeiro destinam-se à verificação de denúncias de atividades criminosas

Um militar foi baleado durante a operação das forças de segurança do  Comando Conjunto das Forças Armadas neste sábado (15). A ação acontece desde a madrugada deste sábado nas comunidades do Jacarezinho e dos complexos do Alemão e da Maré, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Ainda não há detalhes das circunstâncias em que ele foi ferido.

Em nota, o Comando Militar do Leste informou que o agente foi socorrido para o Hospital Central do Exército, no Rio de Janeiro , onde recebe atendimento. Ainda não há detalhes sobre seu estado de saúde.

Segundo as Forças Armadas, as ações em apoio à Secretaria de Estado de Segurança nas três das regiões mais perigosas do Rio destinam-se à verificação de denúncias de atividades criminosas, em particular as ligadas ao tráfico de drogas. 

Ao todo, estão sendo empregados 1.850 militares das Forças Armadas e 50 policiais militares, com apoio de carros blindados e helicópteros para dar proteção às equipes que avançam por terra. 

Você viu?

Leia também: Apoio de moradores do Rio à intervenção federal segue em queda, aponta Datafolha

No momento em que os militares chegaram às regiões, houve tiroteio. Os disparos começaram a ser ouvidos no início da madrugada e seguiram até, pelo menos, às 6h. Algumas vias e acessos na região foram interditados e setores do espaço aéreo estão sendo controlados, oportunamente, com restrições para aeronaves civis.

Neste momento, a Avenida Dom Hélder Câmara, antiga Avenida Suburbana está interditada nos dois sentidos pelas forças de segurança por medida de segurança, a via corta o bairro do Jacarezinho e é um dos principais eixos viários da zona norte.

Leia também: Intervenção no Rio: morre o terceiro militar em operação do Exército

Com aproximadamente 11 km de extensão, liga o bairro de Benfica ao de Cascadura. Corta, também, os bairros do Jacarezinho, Maria da Graça, Del Castilho, Cachambi, Engenho de Dentro, Pilares, Abolição, Piedade e Quintino no Rio de Janeiro . Uma das opções para os motoristas é seguir pela Avenida Marechal Rondon ou Rua Goiás e seguir pelo bairro do Méier para evitar o congestionamento.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários