Tamanho do texto

Bandidos usaram a pista exclusiva do BRT para fugir, o que chamou a atenção da polícia; universitário ferido está internado no Hospital Getúlio Vargas

Militares estavam em uma blitz quando viram o carro da vítima do sequestro-relâmpago passando em alta velocidade
Divulgação/ PMERJ
Militares estavam em uma blitz quando viram o carro da vítima do sequestro-relâmpago passando em alta velocidade

Um estudante da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) foi baleado no braço e teve o membro amputado nesta terça-feira (3), após sofrer um sequestro-relâmpago na Vila da Penha, zona norte do Rio de Janeiro. Ele voltava de carro da universidade quando foi abordado por dois bandidos armados com fuzis.

Leia também: Subtenente do Exército é preso em megaoperação contra milícia no Rio

A informação foi confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde. O estudante que sofreu o sequestro-relâmpago está internado no Hospital Getúlio Vargas. Segundo a Polícia Militar, os criminosos anunciaram o assalto na altura da estação do Metrô de Vicente de Carvalho e seguiram com o universitário sequestrado até a Vila da Penha.

Os bandidos usaram a pista exclusiva do BRT para fugir, o que chamou a atenção da polícia. De acordo com a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Fé e Sereno, os militares estavam, na madrugada de hoje, participando de uma blitz de abordagem e revista na Avenida Brás de Pina, quando um veículo passou em alta velocidade.

Unidades da Polícia Militar iniciaram um cerco e, quando avistados, os criminosos atiraram contra as viaturas. Os criminosos e os agentes começaram a trocar tiros e o carro capotou. O carro onde os policiais estavam também capotou na Avenida Brás de Pina, uma das mais movimentadas da região. Na ação, um criminoso foi detido ao tentar fugir.

Outro foi ferido e levado para o Hospital Getúlio Vargas, na Penha. Para o mesmo hospital, foi levado também o estudante da UFRJ que teve o braço amputado.

Leia também: Polícia do Rio identifica suspeitos de furtar 'Nobel de Matemática' de iraniano

No carro da vítima, foi encontrado um revólver usado pelos criminosos para atirar contra a polícia. O bandido ferido na ação, de acordo com a polícia, teria saído da prisão há apenas três dias. Os nomes da vítima e dos criminosos não foram revelados.

Rio teve outro sequestro-relâmpago na semana passada

No último dia 26, uma motorista sofreu um sequestro-relâmpago por um criminoso no Centro do Rio
Divulgação/PMERJ
No último dia 26, uma motorista sofreu um sequestro-relâmpago por um criminoso no Centro do Rio

No último dia 26, uma motorista foi feita refém por um criminoso no Centro do Rio de Janeiro . Segundo a polícia, o assaltante abordou o veículo da vítima, na Avenida Presidente Vargas. Policiais do Centro Presente perceberam a ação e iniciaram perseguição ao bandido.

Já na Avenida Brasil, altura da passarela 8, os policiais viram uma viatura do 22° BPM (Maré) e pediram apoio. O carro em que o criminoso e a vítima estavam foi abordado na entrada da Ilha do Governador. Um suspeito, identificado como Marlley da Costa, foi preso e uma pistola .40 foi apreendida.

Leia também: Prefeito fluminense é preso por suspeita de envolvimento com tráfico de drogas

A ocorrência foi registrada na Cidade da Polícia, no Jacarezinho, na Zona Norte do Rio. Marlley será indiciado pelo crime de sequestro-relâmpago . Se condenado, ele pode pegar até 12 anos de cadeia.

* Com informações da Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.