Tamanho do texto

Em vídeo publicado no Twitter, Palácio do Planalto adota tom solidário e tenta sensibilizar os brasileiros a respeito da crise humanitária na Venezuela

Imigrantes venezuelanos deixam crise do governo Maduro para trás para tentar recomeçar a vida no Brasil
Marcelo Camargo/Agência Brasil - 4.5.18
Imigrantes venezuelanos deixam crise do governo Maduro para trás para tentar recomeçar a vida no Brasil

O presidente da República, Michel Temer , vai inspecionar, nesta quinta-feira (21), um abrigo, em Boa Vista, usado como local de acolhimento para imigrantes venezuelanos. Além do abrigo, Temer vai vistoriar o posto de identificação e recepção dos imigrantes que chegam à cidade fronteiriça de Pacaraima e o posto de triagem da Polícia Federal.

Leia também: "A única saída é fora da Venezuela", diz refugiado, em dia de eleição no país

No mesmo dia, o Palácio do Planalto divulgou, no Twitter, um vídeo defendendo as medidas do governo federal para acolher os imigrantes venezuelanos , que chegam com cada vez mais peso ao Brasil.

Na gravação, uma narradora afirma que os venezuelanos fugiram da fome e da crise no país deles para tentar sobreviver no Brasil. Porém, segundo o vídeo, o governo localizou um movimento que critica a ajuda que o governo brasileiro está dando aos venezuelanos. 

“Milhares já chegaram e, é claro, o governo não podia simplesmente dar as costas para essa questão humanitária. Mas muita gente reclamou, 'tanto brasileiro passando necessidade e o governo priorizando os venezuelanos'. Gente, não é uma questão de preferência, é questão de sobrevivência", diz a narradora.

"O governo está acolhendo esses seres humanos que não têm outra escolha. Ou eles migram para outro país ou eles vão morrer”, afirma. “O que você faria?”, questiona ela.

Na peça há um pedido para que os brasileiros se coloquem no lugar dos venezuelanos . “E se fosse o contrário? Brasileiros no desespero precisando entrar em outro país e sendo barrados?”, indaga.

Leia também: Venezuelanos são abusados, prostituídos e escravizados em Roraima, diz denúncia

Por fim, a narradora do vídeo acrescenta que essa é a chance do Brasil mostrar para o mundo que é um país que, apesar de todos os problemas, está evoluindo nas áreas econômica, política e social.

Temer em Roraima

Essa não é a primeira vez que a crise imigratória leva Temer a Roraima. Afinal, há quatro meses, o presidente fez uma viagem à região, quando anunciou uma medida provisória de atendimento emergencial aos imigrantes venezuelanos . Para não sufocar o estado, o governo federal também tem feito ações de deslocamento para outras cidades, com o objetivo segundo de facilitar a entrada dessas pessoas ao mercado de trabalho.

Leia também: Venezuelanos são abusados, prostituídos e escravizados em Roraima, diz denúncia

* Com informações da Agência Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.