Tamanho do texto

Plano de voo do helicóptero informava que quatro pessoas estavam a bordo; porém, um amigo das vítimas afirmou que só duas efetivamente embarcaram

Helicóptero caiu em Minas Gerais com pelo menos duas pessoas. Ninguém sobreviveu à queda da aeronave
Reprodução/Twitter
Helicóptero caiu em Minas Gerais com pelo menos duas pessoas. Ninguém sobreviveu à queda da aeronave

Um helicóptero caiu na noite desse sábado (16), no município de Espírito Santo do Dourado, em Minas Gerais . De acordo com o Corpo de Bombeiros, ninguém que estava na aeronave sobreviveu ao acidente. 

Leia também: Helicóptero que levava noiva cai durante casamento em São Paulo; assista

O plano de voo do helicóptero informava que quatro pessoas estavam a bordo. Porém, um amigo das vítimas, que preferiu não se identificar, garantiu que só duas pessoas efetivamente embarcaram. 

Os trabalhos de buscas nos destroços da aeronave vai, portanto, esclarecer tal informação. Por conta desse desencontro de notícias, as identidades dos passageiros também não foram divulgadas.

A aeronavecaiu perto da rodovia MG-179, na zona rural do município. O acidente aconteceu às 19h, mas veio ao público perto das 22h, quando começou a ser falado em equipes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar no local, ajudando no resgate.

Leia também: Queda de helicóptero deixa um morto e três feridos na Barra da Tijuca, no Rio

Segundo a GloboNews , a aeronave era identificada como A109 – um modelo de autonomia de voo de 2h30 – e tinha decolado de Nova Lima, município mineiro, em direção ao aeroporto de Congonhas, em São Paulo, capital.

O equipamento estava registrado em nome do banco Bradesco, mas era operado por uma empresa do grupo Bauminas, de produtos químicos e de mineração.

Investigação

Pela manhã deste domingo (17), agentes do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) de São Paulo estão indo ao local, para iniciar a investigação das causas do acidente.

Suspeita-se que a queda da aeronave tenha sido decorrente de uma falha no equipamento. Isso porque o último contato do piloto com a Central de Controle de Tráfego de Brasília foi informando prolemas mecânicos e dificuldade para o pouso.

Leia também: Pescador é resgatado por helicóptero após ser atacado por tubarão; veja o vídeo

Segundo a Central, a aeronave desapareceu do radar no momento da queda – que aconteceu logo após o piloto declarar emergência. Por enquanto, nada foi comentado pelos envolvidos nas investigações a respeito da manutenção mais recente do helicóptero que caiu em Minas Gerais.  

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.