Tamanho do texto

Maria José Fontes, mãe de Douglas Fontes, infartou ao ver a cena do crime, em Duque de Caxias, na Baixada; ele tinha 35 anos e estava há 12 na polícia

O PM Douglas Fontes foi vítima de uma tentativa de assalto em Gramacho, no município de Duque de Caxias
Reprodução
O PM Douglas Fontes foi vítima de uma tentativa de assalto em Gramacho, no município de Duque de Caxias

A violência que atinge todo o estado do Rio de Janeiro fez mais duas vítimas nesta quinta-feira (7). Afinal, o sargento da Polícia Militar (PM) Douglas Fontes Caluete foi mais um policial assassinado. Ele foi vítima de uma tentativa de assalto em Gramacho, no município de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, o policial.

Leia também: Onda de ataques em Minas chega ao 5º dia e já acumula quase 100 casos

Quando a mãe do PM , Maria José Fontes, foi até o local para reconhecer o corpo do filho, sofreu um infarto.  Ela chegou a ser levada para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Sarapuí, mas morreu em seguida.

Segundo a corporação, o sargento estava na avenida Rio Branco quando criminosos anunciaram o assalto. De acordo com informações preliminares, os bandidos tentavam roubar o carro da vítima quando perceberam que ele estava armado.

Leia também: Taxa de homicídios do Brasil corresponde a 30 vezes a da Europa

Desconfiados de que poderia se tratar de um militar, os criminosos efetuaram diversos disparos, matando a vítima na hora. Ele tinha 35 anos e estava há 12 anos na corporação. Ele era divorciado e era pai de dois filhos: uma menina de 5 anos e um garoto de 8.

Tragédia em Duque de Caxias

O batalhão da unidade até chegou a ser acionado para a ocorrência, porém, ao chegar no local, já encontraram Douglas sem vida. Sua mãe tinha 56 anos de idade e começou a passar mal assim que viu o local do crime. 

O policial morava no bairro Jardim Leal, em Duque de Caxias . Já a sua mãe morava a cerca de dois quilômetros do local do crime contra o filho sargento. Ainda não há informações sobre o velório e sepultamento de Douglas e Maria José. 

Douglas é o 54º  PM assassinado em 2018 no estado do Rio de Janeiro. A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) foi acionada, realizou perícia e vai investigar o crime.

Leia também: Metade das vítimas de estupro têm até 13 anos, diz Atlas da Violência

* Com informações da Agência Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.