Suspeitos estavam em uma caminhonete Hilux adesivada, semelhante a utilizada pela equipe do aeroporto de Viracopos
Divulgação
Suspeitos estavam em uma caminhonete Hilux adesivada, semelhante a utilizada pela equipe do aeroporto de Viracopos

Um grupo de homens armados com fuzis fez um assalto, na noite do domingo (4), no pátio do Terminal de Carga do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP). De acordo com a Polícia Federal, os assaltantes levaram uma carga de dólares que estava sendo retirada de um avião cargueiro da empresa alemã Lufthansa e embarcada num carro-forte. O valor do montante roubado no aeroporto de Viracopos não foi informado.

Leia também: Conhecido como Satanás, traficante que atuava no Rio é preso no Espírito Santo

Segundo a companhia que administra o aeroporto de Viracopos , o assalto ocorreu por volta das 21h30, e o acesso ocorreu por um portão lateral, próximo da Rodovia Santos Dumont (SP-075). Os suspeitos estavam em uma caminhonete Hilux adesivada, semelhante a utilizada pela equipe do aeroporto. Os criminosos teriam colocado os funcionários da empresa alemã em uma van. Ninguém ficou ferido.

A Polícia Federal foi acionada e vai investigar o caso. Em nota, a Concessionária Aeroportos Brasil Viracopos S.A. confirmou o assalto e informou que vai colaborar com as autoridades policiais para que o crime seja esclarecido.

Leia também: Assalto a banco no Rio de Janeiro deixa dois mortos nesta sexta-feira

Você viu?

Extição de contrato em Viracopos

No último dia 27, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) instaurou processo que pode resultar na extinção do contrato de concessão da Aeroportos Brasil Viracopos S.A.. Em nota, a Anac informou que o processo administrativo, instaurado no dia 9, tem por objetivo “apurar descumprimentos de obrigações previstas no contrato de concessão pela concessionária”, que pode culminar na declaração de caducidade do contrato.

A modalidade ocorre pela não execução, total ou parcial, das obrigações contratuais. O principal fator apontado pela agência para a abertura do procedimento é a ausência de pagamento de uma parcela do contrato de concessão de R$ 160 milhões em taxas. A Anac disse que a concessionária já foi oficiada e que terá 60 dias para apresentar a defesa, a contar da data de notificação.

Segundo a Anac, os serviços aos usuários não serão modificados pelo processo. “A instauração do processo administrativo não afeta as operações aeroportuárias, permanecendo a concessionária responsável pela manutenção dos níveis de qualidade dos serviços prestados aos passageiros, conforme estipulados no Contrato de Concessão e monitorados pela ANAC."

Leia também: Dona da Sadia e da Perdigão, BRF é alvo da PF em nova fase da Carne Fraca

Em nota, a concessionária disse que já fez o pagamento das taxas e que, "desta forma, não há motivo para prosperar eventual processo de caducidade" e que vai prestar os devidos esclarecimentos. A concessionária do aeroporto de Viracopos disse ainda esperar quitar, até o final de março, as parcelas de outorga fixa e variável, referentes ao ano de 2017.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários