undefined
Reprodução/Facebook
Transmissão no Facebook mostrou ao vivo o momento em que um homem tentou esfaquear o pastor Gétero

Um culto religioso que estava sendo transmitido ao vivo pelo Facebook foi interrompido depois que um homem invadiu o altar e tentou esfaquear o pastor que ministrava a cerimônia. O episódio aconteceu no último domingo, em Tatuí, no interior de São Paulo. 

Leia também: Fugitivos deixam pedido de desculpas a padre após banho em igreja no Paraná

As imagens divulgadas pela página da igreja O Brasil para Cristo mostram o momento em que o homem, que tem 26 anos, sobe no púlpito e puxa sua arma branca, partindo para cima de Gétero Augusto de Campos, tentando esfaquear o pastor

O religioso, que estava de costas para o agressor, é avisado pelo gritos dos fiéis, se vira, se esquiva e começa a andar para trás, dizendo repetidamente que "o sangue de Jesus tem poder". Nesse momento, ele aponta uma cruz para o agressor.

Toda a cena foi transmitida ao vivo e se passa no Facebook. Por conta de falhas na transmissão , o vídeo trava algumas vezes.

Na sequência, vários homens sobem no altar para tentar proteger o pastor e um deles consegue derrubar o jovem armado. O pastor então ri: "Tá na mão, tá na mão. Aleluia. Glória a Deus", diz, enquanto o homem é retirado da igreja.

Leia também: Papagaio grita por socorro e aciona a polícia por engano em cidade americana

A igreja e o que não foi transmitido

Para quem viu as cenas pelo Facebook, o episódio termina aí. Porém, foi com essa cena que começaram investigações. 

Retirado da igreja, o suspeito foi levado pela Polícia Militar à delegacia local e, em depoimento, afirmou que estava no culto e tirou a faca da cintura porque não estava gostando do louvor do pastor

A igreja O Brasil para Cristo  tem mais de 4 mil congregações em atividade no Brasil, possui cerca de 2 mil pastores e contabiliza mais de 1 milhão de membros e frequentadores. Hoje, ela possui inclusive um dia oficializado por lei (13.279/2016) como a data nacional em sua homenagem – 3 de março. Essa lei foi aprovada pelo Senado em abril do ano passado.

Fundada em 3 de março de 1956 pelo missionário Manoel de Mello e Silva, a igreja — que começou como um movimento itinerante de evangelismo — se tornou uma das mais importantes igrejas evangélicas pentecostais do país. 

Leia também: "Não sei como as agulhas entraram em mim", diz mulher com 70 objetos na perna

O homem que tentou esfaquear o pastor, que não teve a identidade revelada, frequenta a igreja há dez anos e foi liberado, após assinar um termo circunstanciado de lesão corporal. Ninguém ficou ferido com a faca. Nas redes sociais, alguns internautas suspeitam que o caso tenha sido uma armação.

    Leia tudo sobre: facebook

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários