Tamanho do texto

Na última semana, o crime sentiu que os PMs da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas do 2º Batalhão de Choque vão acelerar contra toda infração

A ROCAM do Segundo Batalhão de Choque representa a seriedade e agilidade no combate ao crime das ruas da capital. Geralmente, quando esses Policiais estão na rua, os criminosos não tentam a sorte. Na maioria das vezes, quem está andando fora da lei conhece a cadeia.

Leia também: Rocam vai dizimando a criminalidade toda de São Paulo

A Rocam ficou conhecida pela sua eficiência e agilidade no cumprimento de suas missões
Divulgação
A Rocam ficou conhecida pela sua eficiência e agilidade no cumprimento de suas missões

Na última semana, a ROCAM realizou várias abordagens que mostram sua importância pelas ruas de São Paulo. Nós separamos algumas e o Tenente Danilo vai nos dar os detalhes; acompanhe:

Ocorrência 1: rápida como tigre

A ROCAM do Segundo Batalhão de Choque conta com motocicletas de primeira linha. O material que os Policiais possuem é um forte aliado para conter criminosos pelas vielas das comunidades de São Paulo, locais que parecem verdadeiros labirintos. A força do arranque da Tiger 800 XCx tem tudo que lembra um tigre atrás de sua caça.

POLICIAIS DA 3ª CIA ROCAM PRENDEM TRAFICANTE NO JARDIM TEOTÔNIO VILELA
Divulgação/ROCAM
POLICIAIS DA 3ª CIA ROCAM PRENDEM TRAFICANTE NO JARDIM TEOTÔNIO VILELA

Na última quarta-feira (23), os PMs da 3ª Cia de ROCAM do 2ºBPChq faziam patrulhamento pelo Jardim Teotônio Vilela quando avistaram um indivíduos sentado em um banco. O que tem de errado nisso? O Tenente Danilo conta para você: "Nessa área existe um conjunto habitacional e perto dali fica um pessoal no movimento do tráfico. Eles geralmente ficam de olho e lá do final da rua eles conseguem ver a nossa chegada e fugir por uma viela. Mas a gente tava com a Tiger e demos uma esticada na moto, não deu chance para ele fugir, acabamos detendo esse homem.".

Leia também: ROTA - “86 Tons de Preto e Branco”

Com o indivíduo, a equipe formada pelo Sargento Virginio, Sargento Gomes, Cabo Eugênio e Soldado Rinaldo não achou nada, mas ele acabou revelando que estava fazendo o tráfico de drogas no local. A partir daí, os Policiais começaram a procurar a droga. E quando a ROCAM procura, ela acha. O material ilícito estava escondido em baixo de um cone da CET. Ao todo, eram dois estojos contendo maconha e mais 28 pinos com cocaína. O suspeito foi encaminhado para o 69º Distrito Policial e vai responder por tráfico. Ele já tinha passagem por receptação.

Leia também: Rocam não facilita vida do crime e prende gerente do tráfico na zona leste de SP

Ocorrência 2: incursão pelo perigo

Na última sexta-feira, os Policiais da 3ª Cia de ROCAM mostraram para criminalidade duas coisas: Policial tem sexto sentido e não tem região que as equipes não entrem. A patrulha formada pelo Tenente Danilo, Cabo Bueno, Cabo Dantas e Soldado Pimenta estava fazendo ronda pela região da Vila Ré, mais precisamente na Avenida Calim Eid quando resolveram entrar pelas vielas da comunidade.

"A gente estava patrulhando a área, ali é uma região que funciona a distribuição do tráfico. É uma favela muito perigosa, lugar de alto risco. Como estavamos passando por ali, resolvemos fazer uma incursão. Não foi nada planejado, mas sabemos que ali tem um movimento", afirmou o Tenente Danilo.

POLICIAIS DA ROCAM DO 2ºBPCHQ PRENDEM TRAFICANTE NA VILA RÉ
Divulgação/ROCAM
POLICIAIS DA ROCAM DO 2ºBPCHQ PRENDEM TRAFICANTE NA VILA RÉ

Assim que entraram pelas vielas, um suspeito correu dos Policiais e jogou no meio de um terreno uma sacola. "Conseguimos deter esse rapaz e dentro dessa bolsa acabamos achando R$ 76,00, 199 pinos de cocaína, 299 pedras de crack e 200 invólucros de maconha", disse o Tenente.

O suspeito foi levado para o 24º Distrito Policial e ira responder por tráfico. Mas uma coisa ainda ficou na minha cabeça, se o local é conhecido por seu alto nível de risco, como os Policiais entram e conseguem deter o crime? Tenente Danilo explica: "Muitas vezes os criminosos até possuem armas, mas quando eles dão de cara com a viatura cinza da ROTA, ROCAM ou Choque, daí eles não tentam nada. Existe o respeito.". 

Leia também: Rocam prende dupla em São Paulo e cancela viagem de traficante para Bahia

Ocorrência 3: olho ligado

Na última quarta-feira (23), Policiais da 3ª Cia de ROCAM efetuavam patrulhamento pela rua Evolução, Vila Moraes, quando avistaram um indivíduo, que ao perceber a presença da equipe formada pelo Sargento Júlio, Cabo de Souza, Cabo Reis e Soldado Teressam arremessou um objeto de plástico atrás de um veículo. Foi uma tentativa de escapar, mas os olhos do PMs são bem treinados. Uma atitude suspeita sempre ira ser checada.

Com o homem, os Policiais acharam R$ 70, mas dentro da sacola que ele havia arremessado foram achados 34 pinos de cocaína, 38 pedras de craque e 17 invólucros de maconha. Não adianta tentar fugir, a Rocam bate pesado contra o crime em São Paulo. O homem foi levado para o 26º Distrito Policial e irá responder por tráfico.

 POLICIAIS DA ROCAM DO 2ºBPCHQ PRENDEM TRAFICANTE NA VILA MORÃES
Divulgação/ROCAM
POLICIAIS DA ROCAM DO 2ºBPCHQ PRENDEM TRAFICANTE NA VILA MORÃES


Ocorrência 4: efeito dominó

Quando os homens da ROCAM vão para as ruas, a intenção é derrubar o crime. Os Policiais buscam atingir a criminalidade desde a raiz até o mais alto nível da hierarquia da bandidagem. Rápida e sutil, a equipe do Sargento Walney, Cabo Gonçalves e Soldado Medeiros mostrou nesta semana que passou como é que se quebra uma cadeia criminosa.

Leia também: Rocam prende suspeito com R$ 70 mil de roubo na região do Morumbi em SP

"Os nossos homens tinham acabado de sair para fazer patrulhamento, ainda estavam perto do Pelotão, quando resolveram abordar três indivíduos em atitude suspeita entre as ruas Cantareira e João Teodoro", afirmou o Tenente Correa Leite. 

ROCAM apreendeu 167 celulares, 26 relógios, três notebooks, dez tablets e duas máquinas fotográficas.
Divulgação/ROCAM
ROCAM apreendeu 167 celulares, 26 relógios, três notebooks, dez tablets e duas máquinas fotográficas.

Com os três homens estava um celular que eles não sabiam informar a procedência. "Uma pessoa que estava passando na hora da abordagem acabou falando que o aparelho era roubado e que a vítima estava em uma próxima. A vítima era uma Policial Civil que estava levando o filho para a escola e não teve tempo de reagir quando eles passaram e arrancaram o celular da mão", revelou o Tenente.

Os três indivíduos eram menores de idade e foram encaminhados para a Fundação Casa, dois deles estavam com pedido de busca e apreensão por roubo. "Eles acabaram revelando que roubavam os celulares e levavam para a rua Guaianazes para vender para uns africanos que ficavam ali. com base nessa informação conseguimos derrubar uma cadeia criminosa muito grande na última sexta-feira", finaliza o Tenente Correa Leite.

Clique aqui e leia sobre a operação que apreendeu mais de cem celulares e R$ 25 mil reais dos criminosos.

A ROCAM 

Criada em 1982 com o objetivo de dar maior agilidade ao combate ao crime de roubo de veículos e pedestres no intenso trânsito de São Paulo, a ROCAM ficou conhecida pela sua eficiência e agilidade no cumprimento de suas missões. O Batalhão de Choque iniciou o ano de 2017 com a aquisição das modernas motocicletas Triumph Tiger 800XCx. 

Leia também: Entenda por que nem rezando, o crime escapa da Rocam

Após vencer a licitação pública para fornecimento de motocicletas acima de 600cc, a tradicional montadora inglesa já entregou o primeiro lote de 86 Tiger 800 XCx que já estão patrulhando as ruas de São Paulo e combatendo a criminalidade. Além da venda, o programa da Triumph inclui um programa de pós-venda e treinamento especializado em pilotagem para os policiais da ROCAM.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.