Tamanho do texto

Em um primeiro momento, seis viaturas do Corpo de Bombeiros foram enviadas ao local; mais tarde, outras cinco viaturas prestaram reforço

Um incêndio em uma comunidade na Vila Menck mobilizou o Corpo de Bombeiros na manhã desta segunda-feira
Reprodução/Globo
Um incêndio em uma comunidade na Vila Menck mobilizou o Corpo de Bombeiros na manhã desta segunda-feira

Um incêndio atingiu uma favela na Vila Menck, em Osasco, na Grande São Paulo, na manhã desta sexta-feira (3). O fogo, que teve início às 9h48, destruiu pelo menos dez residências, de acordo com o Corpo de Bombeiros.

Leia também: Incêndio que tomou indústria de produtos químicos na Grande SP é controlado

Ainda segundo a corporação, em um primeiro momento, seis viaturas do Corpo de Bombeiros foram enviadas ao local. Mais tarde, outras cinco viaturas prestaram reforço. Uma pessoa teve queimaduras de primeiro grau e foi encaminhada para o pronto-socorro da região devido ao  incêndio

O Corpo de Bombeiros não revelou ainda a causa do fogo. Na Globo News , moradores apareceram saindo das suas casas às pressas, levando colchões, roupas e outros pertences que foram salvos das chamas. 

A Defesa Civil está fazendo um levantamento das famílias desabrigadas, mas ainda não informou para onde elas serão levadas.

Fogo em Guarulhos

Na última quinta-feira (29), também na Grande São Paulo, um incêndio de grandes proporções atingiu uma indústria de produtos químicos em Guarulhos. O Corpo de Bombeiros mobilizou 30 equipes para atuar no combate às chamas.  O fogo teve início por volta das 10h30 e foi controlado por volta das 14h30. 

Leia também: 'Que frio!': inverno chega de vez em todo o Brasil e internautas não perdoam

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o fogo provocou uma série de explosões no local ao entrar em contato com tonéis de solventes químicos armazenados na indústria, localizada na Rua Decio da Silva, número 491, no bairro de Bonsucesso. A empresa atingida foi a SPquim, que lida com a recuperação de resíduos industrais. 

O Corpo de Bombeiros divulgou a informação de que um integrante da brigada da empresa sofreu ferimentos leves ao tentar apagar o fogo no início do incidente. Além disso, não houve mais vítimas.

“Como a fumaça do produto tem uma toxidade bastante elevada, todos os bombeiros têm que trabalhar com proteção respiratória, o que torna o serviço mais cansativo e há a necessidade do revezamento constante”, disse o major durante o controle do incêndio.

Leia também: Hopi Hari fica iluminado e gera expectativa para reabertura