Tamanho do texto

Estudante morto chegou a ser socorrido, sendo levado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas acabou morrendo no Hospital Salgado Filho

O estudante foi morto na madrugada desta quinta após novos confrontos entre a polícia e os criminosos do Alemão
Bruno Itan/ Coletivo Alemão
O estudante foi morto na madrugada desta quinta após novos confrontos entre a polícia e os criminosos do Alemão

A Secretaria Municipal de Educação (SME) do Rio de Janeiro informou nesta quinta-feira (27) que 3.886 alunos ficaram sem aulas no Complexo do Alemão depois de uma noite de tensão e conflitos na região.  

Leia também: Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo viajam a Curitiba para depor a Moro

O estudante Felipe Faria Gomes, de 16 anos, foi morto na madrugada desta quinta após novos confrontos entre a polícia e os criminosos do Complexo do Alemão , sendo a mais recente vítima da violência. Felipe chegou a ser socorrido, sendo levado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) mais próxima, mas acabou transferido para o Hospital Salgado Filho, onde acabou falecendo. O corpo do estudante ainda está no hospital para o reconhecimento.

Leia também: Votação da reforma trabalhista coloca mudanças na Previdência sob risco

Segundo a Polícia Civil, as investigações estão sob responsabilidade da Delegacia de Homicídios da Capital (DH). De acordo com a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), o clima no Alemão “na manhã desta quinta-feira é de tranquilidade, sem nenhuma ocorrência”.

Dois dias atrás, o adolescente Paulo Henrique, de 13 anos, também foi morto após ser atingido por uma bala perdida na comunidade do Rio. 

Conflitos armados

O estudante Felipe Farias Gomes de Souza, de 16 anos, foi morto ontem (26), depois de ser baleado durante um tiroteio no Complexo do Alemão, na zona norte do Rio de Janeiro. Ele morreu dois dias depois de outro adolescente, Paulo Henrique de Moraes, de 13 anos, ter sido baleado e morto no Complexo do Alemão.

Moradores faziam ontem um protesto contra a morte de Paulo Henrique, nos acessos ao Complexo do Alemão, quando houve um tiroteio e Felipe foi atingido, por volta das 20h30. Ele levado por moradores até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da região e depois para o Hospital Salgado Filho, onde morreu.

Leia também: Presidente do Senado, Eunício Oliveira é internado na UTI durante a madrugada

O Complexo do Alemão, que há anos é cenário de tiroteios, tem sido palco de confrontos mais intensos desde a última sexta-feira (21), por conta da proposta da Polícia Militar de instalar uma cabine policial blindada no Largo do Samba. Para implantar a cabine, policiais militares invadiram a casa de um morador em março e estão usando o local como ponto de operação.

*Com informações da Agência Brasil