undefined
Valter Campanato Arquivo/Agência Brasil
Viagem foi remarcada para hoje porque, nesta quarta, um avião que levava o casal a Curitiba teve problemas técnicos

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral e sua esposa, Adriana Ancelmo, viajam nesta quinta-feira (27) para Curitiba, onde prestarão depoimento ao juiz federal Sérgio Moro no processo que apura desvios de dinheiro na construção do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj). A audiência está marcada para as 14h.

Leia também: Sérgio Cabral recebeu R$ 16,4 milhões em esquema na saúde pública, aponta MPF

A viagem do casal foi remarcada para a manhã desta quinta porque, na noite desta quarta-feira (26), um avião que levava Cabral e Adriana do Rio para Curitiba teve problemas técnicos e teve que dar meia volta no ar e voltar para a capital fluminense.

A ex-primeira-dama foi levada de volta para o seu apartamento no Leblon e o ex-governador passou a noite na sede da Polícia Federal. Após o desembarque em Curitiba, Cabral será levado para a Superintendência da PF.

O destino de Adriana Ancelmo ainda não foi oficialmente informado. Como a sede da PF da cidade não tem ala feminina, uma sala especial poderá ser providenciada ou ela será levada a outro local.

Revogação de prisão domiciliar 

Nesta quarta, a Primeira Turma do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) decidiu revogar a prisão domiciliar de Adriana Anselmo .

Com a decisão, a ex-primeira-dama do Rio de Janeiro deverá ser levada de volta ao Complexo Penitenciário de Gericinó para cumprir o resto de sua pena.

A esposa de Cabral foi presa no ano passado no âmbito da Operação Calicute, um dos desdobramentos da Lava Jato no Rio de Janeiro. Ela havia passado para o regime de prisão domiciliar após alegar que seus filhos estavam sozinhos em casa, uma fez que o ex-governador do Rio e pai das crianças, também foi preso por suspeita de esquema com construtoras.

Apesar da revogação, a defesa da ex-primeira-dama tem até 10 dias para apresentar os embargos infringentes. Até lá, ela segue em casa e aguarda em seu apartamento no Leblon o julgamento de recurso contra a decisão de voltar para a cadeia em Bangu. É para lá que ela vai voltar depois do depoimento em Curitiba.

Leia também: Presidente do Senado, Eunício Oliveira é internado na UTI durante a madrugada

* Com informações da Agência Brasil.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários