Tamanho do texto

Acidente ocorreu por volta das 8h desta quinta-feira na plataforma da estação Barueri da linha 8-Diamante; dois passageiros foram levados ao PS

Colisão entre trens da CPTM aconteceu no momento em que uma composição vazia manobrava para iniciar operação
Sindicato dos Metroviários de SP
Colisão entre trens da CPTM aconteceu no momento em que uma composição vazia manobrava para iniciar operação

Ao menos quatro pessoas ficaram feridas na manhã desta quinta-feira (2) após dois trens da linha 8-Diamante da CPTM colidirem, em plena plataforma da estação Barueri.

De acordo com a própria CPTM, dois passageiros foram levados ao Pronto Socorro com ferimentos leves e outras duas pessoas receberam atendimento médico na própria plataforma e já foram liberadas.

O acidente ocorreu por volta das 8h desta manhã, na via central da estação Barueri. Uma composição que estava manobrando para começar a operar acabou batendo no trem que estava parado para o embarque e desembarque de passageiros, no sentido Júlio Prestes do trajeto da linha 8-Diamante.

Batida danificou composição da CPTM
Sindicato dos Metroviários de SP
Batida danificou composição da CPTM

Apesar do acidente, a circulação de trens na linha 8-Diamante é normal nesta manhã. Isso porque a estação Barueri conta com quatro vias, portanto o percurso pôde ser desviado para as demais vias enquanto os trens eram recolhidos.

A CPTM informou, via assessoria de imprensa, que irá apurar as circunstâncias da ocorrência.

LEIA TAMBÉM: Atraso no metrô de SP pode render lucro para as próprias responsáveis por demora

Outros acidentes

A ocorrência desta manhã não foi o primeiro transtorno que os usuários dos serviços da CPTM vivenciaram nesta semana. Na segunda-feira (27), a circulação de trens na linha 7-Rubi ficou prejudicada durante boa parte da tarde após um cabo de energia elétrica se romper e atingir um trem na altura da plataforma de Caieiras. Em outro ponto da via, uma estrutura cedeu e encostou na rede aérea em Franco da Rocha.

Além do problema na linha 7-Rubi, os usuários dos trens da CPTM também também enfrentaram situação de maior intervalo entre as composições nas linhas 10-Turquesa e 12-Safira. Na primeira, a espera foi maior devido a serviços de manutenção entre as estações Mauá e Rio Grande da Serra. Já na linha Safira, os intervalos ficaram mais longos no trecho da estação Brás até Calmon Viana devido a obras na via.

LEIA TAMBÉM: Descarrilamento de trem interdita trecho da Linha 5-Lilás do Metrô de SP