Tamanho do texto

Em Mairiporã, três pessoas foram mortas pelas chamas; em Santos, 200 barracos foram atingidos e totalmente destruídos; no centro, há bloqueios

Região da Vinte e Cinco de Março está bloqueada por conta de incêndio em um edifício residencial
Reprodução/Twitter
Região da Vinte e Cinco de Março está bloqueada por conta de incêndio em um edifício residencial

Um incêndio atingiu um edifício residencial na rua Vinte e Cinco de Março, famosa via de comércio, no centro da capital paulista, na manhã desta terça-feira (3).

+ Facções promovem carnificina com 56 mortos no maior presídio do Amazonas

Dezesseis equipes do Corpo de Bombeiros foram deslocadas para o local e o fogo foi controlado por volta das 8h20. De acordo com os bombeiros, o incêndio começou por volta das 7h30.

A região ficou totalmente interditada. Não há registro de feridos. O Corpo de Bombeiros chegou a citar apenas que duas pessoas teriam ficado levemente feridas, mas que negaram atendimento médico.

Fogo em Mairiporã

Ainda na manhã desta terça, um outro incêndio atingiu uma clínica de recuperação na cidade de Mairiporã, na Grande São Paulo. Nesse caso, o incidente deixou três pessoas mortas.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o fogo desse segundo foco de incêndio também já foi extinto.

+ Governo vai repassar R$ 152 milhões aos municípios para combate ao Aedes aegypti

Populares ajudaram no socorro de dez vítimas, que foram levadas ao Pronto-Socorro de Mairiporã. A clínica, localizada na Estrada do Rio Acima nº 270, é um local de difícil acesso para a atuação dos bombeiros.

As chamas começaram após uma rebelião de internos em um dos quartos onde estavam várias pessoas. Foram enviadas seis viaturas ao local.

Incêndio em Santos

Em Santos, município localizado no litoral do estado de São Paulo, um terceiro foco de incêndio foi controlado pelos bombeiros na madrugada desta terça-feira. O fogo atingiu dezenas de barracos no Caminho São Sebastião, zona Noroeste da cidade.

De acordo com a prefeitura do município, cerca de 200 barracos foram atingidos e ficaram completamente destruídos pelo fogo.

+ Não precisa de delivery! McDonald's abre unidade no Vaticano e gera polêmica

O fogo começou por volta das 21h15 desta segunda-feira (2). Sete viaturas do Corpo de Bombeiros de diversas cidades da Baixada Santista, foram deslocadas para o local, para cuidar da ocorrência.

A área atingida pelo incêndio é de, aproximadamente, 5 mil m². Ao todo, sete pessoas foram atendidas no Pronto Socorro da zona Noroeste. Duas foram liberadas rapidamente e as outras precisaram passar por atendimento médico mais detalhado.