Governador de Pernambuco, Paulo Câmara
Divulgação
Governador de Pernambuco, Paulo Câmara

Cerca de 82 mil famílias em situação de extrema pobreza atingidas pelas chuvas em Pernambuco receberão um auxílio emergencial de R$ 1,5 mil, anunciou nesta sexta-feira (3) o governador Paulo Câmara. A proposta encaminhada à Assembleia Legislativa prevê o pagamento em parcela única.

O governador também anunciou o envio de um projeto de lei para conceder o pagamento de pensão vitalícia de um salário mínimo aos dependentes das 128 pessoas mortas pelas enchentes que atingiram Pernambuco na última semana.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram  e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG

Batizada de Auxílio Pernambuco, a ajuda de R$ 1,5 mil será paga às famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nos 31 municípios que decretaram situação de emergência. O projeto do auxílio prevê um aporte de R$ 123 milhões do governo estadual, que repassará o dinheiro diretamente às prefeituras, que farão o cadastro das famílias desalojadas e desabrigadas.

Recife

Ontem à tarde, o prefeito do Recife, João Campos, anunciou um auxílio de R$ 1 mil, também pagos em uma única parcela, a famílias inscritas no CadÚnico que moram em áreas de risco e de alagamento reconhecidas pela Defesa Civil local. O prefeito também anunciou um reajuste de 50% no auxílio moradia, que passará de R$ 200 para R$ 300. A Câmara Municipal do Recife repassou R$ 15 milhões da própria verba para socorrer o caixa da prefeitura.

Luto oficial

O governador Paulo Câmara também decretou luto oficial de três dias pelas 128 vítimas das chuvas no estado. Nesta sexta (3), o Corpo de Bombeiros encontrou o corpo de uma mulher desaparecida, de Camaragibe, na região metropolitana da capital pernambucana. As buscas, que tiveram a ajuda de bombeiros e de cães farejadores de outros estados, foram oficialmente encerradas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários