Deltan Dallagnol é ex-procurador da Lava Jato
Lula Marques/Agência PT
Deltan Dallagnol é ex-procurador da Lava Jato

Deltan Dallagnol, ex-procurador da Lava Jato condenado a pagar R$ 75 mil ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, arrecadou mais de R$ 300 mil em doações via pix para pagamendo da indenização.

Segundo o ex-chefe da força tarefa, os depósitos foram feitos de forma voluntária por seguidores que "pegaram o CPF via internet".

"Em menos de 24h, espontaneamente, pegando meu CPF via internet, depositaram mais que o valor daquela indenização injusta, absurda, que o STJ determinou que eu pagasse para o Lula enquanto ele foi condenado em três instâncias e saiu impune", disse, em um vídeo compartilhado no Youtube. "Não é o valor, mas o ato de protesto, de indignação das pessoas", completou.

Deltan Dallagnol foi condenado por 4 votos a 1 pela Quarta turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) por danos morais ao ex-presidente. O colegiado julgou um recurso da defesa de Lula, que questionava a conduta adotada na apresentação de PowerPoint que o apontava como "comandante e maestro de uma organização criminosa".

O ex-procurador indicou que o valor será revertido para o tratamento de crianças com câncer e autismo, mas não deu detalhes sobre como a doação será feita.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários