Um vendedor ambulante foi agredido por seguranças da CPTM, na zona leste de São Paulo
Reprodução
Um vendedor ambulante foi agredido por seguranças da CPTM, na zona leste de São Paulo

Um vendedor ambulante foi agredido com um chute na cabeça nesta segunda-feira (8) em uma estação da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), na zona leste de São Paulo. Um transeunte filmou a agressão e divulgou nas redes sociais. 

Caso aconteceu na estação Comendador Ermelino, da linha 12 - Safira, em Ermelino Matarazzo Zona Leste de São Paulo. Segundo a CPTM, os agressores não trabalham mais na empresa.

Peterson Nunes, de 35 anos, é jogado no chão enquanto é chutado pelos agentes da guarda. Segundo o Yahoo! Notícias, a mulher que aparece no vídeo é esposa do vendedor e se joga no chão para socorrer o homem, que estava desacordado.

Veja:

O vendedor disse à Record que está desempregado e o trabalho de ambulante é sua única renda. É proibido o comércio dentro dos trens e das estações da CPTM.

Leia Também

Ele disse que estava saindo da estação quando foi abordado pelos seguranças. "Nisso começou uma agressão. O cara puxou um cassetete, deu uma cacetada na minha boca, aí eu revidei, empurrei ele. Um outro me puxou e eu caí no chão. Foi a hora que ele me deu uma bicuda na boca", contou à Record.

Em nota nas redes sociais, a CPTM informou que os agressores não trabalham mais para a empresa: "Repudiamos qualquer tipo de violência e o comportamento apresentado pelo segurança não faz parte dos nossos valores O segurança que agrediu o ambulante não presta mais serviços para a CPTM e não voltará a atuar para a companhia. O caso foi apresentado na Delpom (Delegacia de Polícia do Metropolitano)".



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários