O presidente da França, Emmanuel Macron
Reprodução: Observador
O presidente da França, Emmanuel Macron

A França entra em alerta para sinal de ameaça de possíveis terroristas . Um novo vídeo da Al Qaeda, organização terrorista, foi divulgado e conteúdo ameaça a nação francesa.

Imagens e vídeos publicados no dia 15 de julho falram sobre “condenar a blasfêmia encarnada pelas caricaturas de Maomé”.  O ministro francês do Interior do país pediu para que aumentassem a vigilância neste verão.   

Em vídeo, a organização menciona várias vezes os nomes do  presidente Emmanuel Macron e do ministro do Interior, Gérald Darmamin.

Governo francês alertou em boletim às prefeituras, “alto risco de atos contra a França por indivíduos radicalizados”.

O prénuncio da Al-Qaeda é feito próximo ao julgamento ligado aos ataques em Paris em novembro de 2015. Nessas série de atentados, houveram 137 vítimas, entre eles sete terroristas.

Agendado para o dia 8 de setembro, 20 pessoas vão a julgamento por conta dos ataques em novembro de 2015.

O julgamento de 20 pessoas envolvidas nos ataques de 2015 está marcado para o dia 8 de setembro e deve atrair grande atenção da mídia nacional e internacional. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários