Presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira
Reprodução
Presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira , seguiu a linha do depoimento do presidente do Senado , Rodrigo Pacheco , na noite de ontem (9), e firmou o compromisso com a democracia e garantiu que o Brasil terá eleições em 2022. O pronunciamento foi feito numa rede social, um dia após o presidente Jair Bolsonaro ameaçar o sistema eleitoral

"Deixemos que o eleitor tenha emprego e vacina, que deixe o seu veredito em outubro de 2022 quando encontrará com a urna ; essa sim, a grande e única juíza de qualquer disputa política. O nosso compromisso é e continuará sendo trabalhar pelo crescimento e a estabilidade do país", afirmou Lira. 

Além disso, o presidente da Câmara afirmou que seguirá avançando com as reformas econômicas, e continuará sendo a casa e a voz do povo. " Câmara será sempre a voz de um povo livre e democrata e sempre estará pronta para ajudar o Brasil a continuar a crescer e se encontrar com seu destino de país desenvolvido e socialmente justo."

Ele também reiterou a força das instituições da República, que "não se abalarão com oportunismo"."Em uma hora tão dura como a que vivemos hoje, saibamos todos que o Brasil sempre será maior do que qualquer disputa política ", completou.


Ontem, o presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco disse que qualquer um contrário ao sistema eleitoral e à democracia seria visto como inimigo da nação. Ele convocou coletiva após o presidente Bolsonaro dizer para apoiadores que "ou fazemos eleições limpas ano que vem, ou não teremos eleições".


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários