Eduardo Paes ainda elogiou Butantan pela produção da CoronaVac
Beth Santos/Prefeitura do Rio
Eduardo Paes ainda elogiou Butantan pela produção da CoronaVac

Em uma semana agitada para a vacinação contra a Covid-19 na cidade do Rio, neste domingo (04) o prefeito Eduardo Paes usou seu perfil nas redes sociais para falar da importância da população se vacinar e de que não haja escolha entre os imunizantes disponíveis hoje. Em uma de suas publicações, Paes compartilhou um trecho de vídeo em que o presidente Jair Bolsonaro fala sobre a variante Delta, que é apontada como proveniente da Índia, e que não teria os efeitos combatidos pela CoronaVac , afirmando que "não deu muito certo". O prefeito destacou que em meio à pandemia do coronavírus, não é o momento de escolher o fabricante do imunizante, no qual destacou que "vacina boa é a q vai no braço!".

Na curta mensagem que compartilhou junto com o vídeo, Paes compartilha uma experiência na própria família, ao citar a vacinação da mãe, Consuelo da Costa Paes, de 76 anos, que recebeu as duas doses da CoronaVac. A imunização do pai do prefeito, Valmar Souza Paes, de 78 anos, no entanto, foi feita apenas com uma dose de uma outra vacina. Há uma semana ele morreu após dois meses de internação em decorrência da complicação da doença.

Eduardo Paes ainda agradeceu ao Instituto Butantan , em São Paulo, responsável pela produção da CoronaVac no Brasil, e ao governador do estado, João Doria.

"Tomem qq vacina. Vacina boa é a q vai no braço! Diante de desinformação me sinto obrigado a dar meu depoimento pessoal: minha mãe tomou as duas doses da coronavac e passou ilesa pela covid. Meu pai só tinha tomado a primeira de outra vacina. Obrigado @butantanoficial e @jdoriajr", escreveu Paes nesta manhã.

Em um trecho da gravação, Bolsonaro diz que espera que o governador de São Paulo, João Doria, se posicione sobre a eficácia da vacina produzida pelo Instituto Butantan enquanto ri. Neste sábado, o Brasil ultrapassou 523 mil mortes em decorrência da doença .

Você viu?

"Eu estou aguardando aquele cara de São Paulo (João Doria) falar. Não deu certo essa vacina dele lá no Chile. Aqui no Brasil também parece que está complicado. Torcemos para que essa notícia não estejam certas, mas parece que, infelizmente, não deu muito certo"

Vacinação no Rio

Nesta semana, a cidade do Rio anunciou uma nova aceleração do calendário de vacinação contra a Covid-19. De segunda-feira (05) até o dia 17, os postos vão atender a população com idade entre 42 anos e 37 anos. Apesar de ainda manter datas para repescagem de quem perdeu o prazo para grupos prioritários e demais faixas etárias, o prefeito destacou que a escolha de vacina com a chegada de novos lotes tem atrasado o cronograma de imunização e levado os postos a ficarem cheios a depender do dia. ele compartilhou uma publicação do secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, com calendário para as próximas duas semanas, no qual escreveu:

"E querer dar uma de somelier de vacina e não ir tomar sua dose no dia certo deixando p o dia da repescagem achando que vai poder escolher vacina. Unidades de saúde acabam ficando cheias. Vá no seu dia!", afirmou Paes.

No sábado, a Secretaria Municipal de Saúde do Rio (SMS) informou que, após a rechecagem dos dados de todos os 756 casos de vacinação com suspeita de aplicação de doses fora da validade, constatou que nenhuma de suas unidades recebeu ou aplicou vacinas vencidas. O problema teria se originado por conta de erros no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações, do Ministério da Saúde, e a grande maioria já estaria corrigida. Os demais estão em processo de ajustes.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários