Celso de mello
undefined
Celso de Mello nega pedido da defesa de Flávio Bolsonaro

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, negou o pedido do Senador Flávio Bolsonaro de acompanhar os depoimentos prestados pelo empresário Paulo Marinho, à Polícia Federal, nesta terça-feira (26).

Celso de Mello decretou regime de sigilo geral sobre os depoimentos de Paulo Marinho e Miguel Ângelo Braga Grillo, que é chefe de gabinete de Flávio, e que também será ouvido.

Leia mais:  Ex-assessor confirma reunião citada por empresário que acusou Flávio Bolsonaro

A decisão é para apurar declarações feitas pelo ex-ministro Sérgio Moro sobre a suposta tentativa do presidente Jair Bolsonaro de interferir politicamente na PF.

Ontem, segunda-feira (25), a defesa de Flávio Bolsonaro havia pedido a liberação para acompanhar os depoimentos de Paulo Marinho.  No pedido realizado, os advogados de Flávio alegaram que o empresário já disse à imprensa sobre tentar alguma forma de incriminar o senador. Marinho aifrma que Flávio Bolsonaro soube com antecedência, de forma privilegiada, de detalhes da operação  Furna da Onça.

    Veja Também

      Mostrar mais