Governador de Nova York Andrew Cuomo
Foto: Reprodução/Internet
Governador de Nova York Andrew Cuomo

O governador de Nova York, Andrew Cuomo, comemorou o fato do estado americano ter reduzido as mortes esperadas pela Covid-19, confirmando que o isolamento deverá durar até o próximo dia 15 de maio. Se nenhuma atitude fosse tomada para combater o novo coronavírus (Sars-CoV-2), o estado teria 130 mil óbitos. Com a quarentena obrigatória, a expectativa caiu para 17 mil.

LEIA MAIS: No Twitter, Witzel parabeniza Mandetta e alfineta Bolsonaro

Durante o discurso realizado na tarde de hoje (16), Cuomo afirmou que alguns setores da indústria poderão, gradualmente, retomar as atividades a partir da nova data. Novos requisitos serão necessários para reduzir o contato entre as pessoas. 

“As medidas que estamos tomando, como distância entre pessoas, uso de máscaras e ficar em casa, dependem da população. Não temos como fiscalizar isso”, disse Cuomo. Em sua conta no Twitter, o governador de Nova York afirmou que 100 ventiladores serão enviados para o estado de Nova Jersey. “Outros estados nos ajudaram quando mais precisamos e estamos orgulhosos de poder fazer o mesmo. Estamos nisso juntos”, afirmou Cuomo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários