Princesa Maria Teresa da Espanha arrow-options
Reprodução
Princesa Maria Teresa era prima distante do Rei Felipe VI

A princesa espanhola Maria Teresa de Bourbon-Parma se tornou a primeira integrante da realeza de um país a morrer de Covid-19 , de acordo com seu irmão, o príncipe Sixto Enrique. Ela era prima distante do Rei Felipe VI e faleceu em Paris (França) aos 86 anos.

LEIA MAIS: Em São Paulo, coveiros são afastados do trabalho durante pandemia

Uma missa foi realizada em Madrid (Espanha) na última sexta (27). De acordo com o balanço revelado na segunda-feira (30), 44,550 pessoas contraíram o novo coronavírus na França, onde Maria Teresa faleceu, com 3,024 óbitos confirmados. Na Espanha, o coronavírus já contaminou 87,956 pessoas, com 7,716 mortes.

Nem a realeza escapa

Príncipe Charles arrow-options
AP
Príncipe Charles está recuperado do novo coronavírus, segundo comunicado da realeza

No início da semana passada, o Príncipe Charles do Reino Unido testou positivo para o novo coronavírus. O herdeiro de 71 anos passa bem e já foi liberado de seu isolamento, segundo um comunicado da realeza. Conforme apurado pela Reuters, Charles teve contato com a Rainha Elizabeth no último dia 12.

No momento, o Reino Unido registrou 22,141 contaminados pelo novo coronavírus, com 1,408 mortes causadas pela doença.

LEIA MAIS: Rei da Tailândia está de quarentena com harém de vinte mulheres

O príncipe Albert de Mônaco foi o primeiro chefe de estado a testar positivo para o novo coronavírus, no último dia 19 de março. O comandante do principado de 62 anos afirmou que teve sintomas de gripe, mas que seu quadro é leve. Mônaco tem 49 casos da doença. Nenhuma morte foi reportada.

    Veja Também

      Mostrar mais