IstoÉ

Presidente Jair Bolsonaro havia feito elogios a Alvim
Jorge William / Agência O Globo
Presidente Jair Bolsonaro havia feito elogios a Alvim

Roberto Alvim foi exonerado do cargo de secretário especial da Cultura nesta sexta-feira (17). O presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) fez o anúncio como de costume em sua conta no Twitter. O problema é que horas antes, na tradicional live semanal, Bolsonaro exaltou a figura de Alvim e o agradeceu por ter aceitado a missão.

Leia mais: Após demissão de Roberto Alvim, Bolsonaro diz repudiar totalitarismo e genocídio

“Depois de décadas, agora temos, sim, um secretário de Cultura de verdade. Que atende o interesse a maioria da população brasileira. População conservadora e cristã”, afirmou o presidente em live na última quinta-feira (16).

A reviravolta surgiu após a divulgação do vídeo no qual Alvim faz um discurso semelhante ao ministro de propaganda da Alemanha nazista, Joseph Goebbels . A publicação tinha como objetivo anunciar o Prêmio Nacional das Artes, de mais de R$ 20 milhões. 

Você viu?

Leia também: Autoridades repudiam declarações de secretário especial de Cultura

Vale lembrar que o pronunciamento do ex-secretário causou embaraço até mesmo em um conhecido aliado do governo: Olavo de Carvalho. Em entrevista à “Rádio Gaúcha” na manhã desta sexta, Olavo adotou cautela, mas disse temer por Alvim, ” É cedo para julgar, mas o Roberto Alvim talvez não esteja muito bem da cabeça. Veremos”, disse Olavo.

O trecho da live citada acima foi publicada no Twitter pelo perfil Exilado .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários