Senador Davi Alcolumbre visitou praias em Alagoas, que já conta com 40 pontos atingidos pelas manchas de óleo
Reprodução/Twitter Davi Alcolumbre
Senador Davi Alcolumbre visitou praias em Alagoas, que já conta com 40 pontos atingidos pelas manchas de óleo

Foi publicado na última sexta-feira (25) o decreto de situação de emergência em Japaratinga, município de Alagoas atingidio pelas manchas de óleo em suas praias. 

Mais 12 cidades do estado foram atingidas também. Coruripe, também em Alagoas, foi o primeiro município alagoano a decretar situação de emergência. 

É como procurar "agulha no palheiro", diz diretor da Petrobras sobre vazamento

Japaratinga foi a primeira cidade do Estado atingida pelas manchas de óleo, no dia 7 de setembro. A população se mobilizou para limpar as praias, mas as manchas retornam .

“Tem a questão dos voluntários aí, do maquinário, do abastecimento. O município não está suportando. Em virtude disso, e da incerteza de não sabermos qual é a origem, não temos como mensurar quantidade, se ainda virá mais óleo, é que foi feito o decreto”, justificou o promotor de Japaratinga, Emanuel Valença.

Você viu?

MP investiga conduta do governo Bolsonaro sobre vazamento de óleo no Nordeste

Segundo ele, já foram recolhidas mais de 300 toneladas de óleo na cidade alagoana.

Estado

O governo de Alagoas ainda não decretou situação de emergência , mas o governador Renan Filho afirmou nesta semana que todos os municípios que optassem pelo decreto seriam reconhecidos.

Segundo o Instituto do Meio Ambiente (IMA), o número de material coletado na costa alagoana até o final desta semana chega a mais de mil toneladas.

O Ibama informou, em seu último relatório, que o número de pontos atingidos em Alagoas já chegou a 40. Em todo o Nordeste, já são 238 pontos afetados em 88 municípios.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários