Tamanho do texto

Prefeito tenta dissipar rumores sobre disputa interna em torno da eleição de 2018 com seu padrinho político; "Nada nos colocará em campos distintos"

João Doria e Geraldo Alckmin 'tomaram um café' juntos na noite desse domingo no Palácio dos Bandeirantes
Twitter/@jdoriajr
João Doria e Geraldo Alckmin 'tomaram um café' juntos na noite desse domingo no Palácio dos Bandeirantes

Em meio aos crescentes rumores acerca de uma disputa interna no PSDB  em razão da eleição presidencial de 2018, o prefeito de São Paulo, João Doria, divulgou vídeo na noite desse domingo (14) ao lado de Geraldo Alckmin para "reafirmar sua lealdade" ao governador do estado, seu padrinho político.

Gravado no Palácio dos Bandeirantes, reduto de Alckmin no governo paulista, o vídeo foi divulgado nas redes sociais de João Doria já no fim da noite desse domingo, às 22h35. O gesto responde indiretamente a reportagem publicada nesse fim de semana pela revista Veja , segundo a qual o governador e o empresário já nem se falam mais devido às especulações sobre possível candidatura de um dos dois para presidente da República no ano que vem.

"Tô aqui ao lado do governador Geraldo Alckmin para deixar muito claro a minha lealdade, a minha relação, de estima e amizade com o governador. É uma relação de 37 anos que não nasceu na política e não dependeu da política. Hoje, circustancialmente, estamos na política. Mas essa relação nasceu fora da política e não há nada que vá nos dividir. Não há nada que vá nos afastar e nos colocar em campos distintos", disse Doria. 

O empresário também criticou a divulgação de "especulações e notícias fantasiosas" e destacou características de seu padrinho político e principal fiador de sua canditatura bem-sucedida para a Prefeitura da capital paulista pelo PSDB no ano passado. 

"Eu gosto do governador Geraldo Alckmin. Gosto do Geraldo como amigo, como pai, como ser humano, como católico... Como todas as boas qualidades que ele tem e que eu admiro há muitos anos. Portanto, colocações incendiosas e infundadas às vezes são veiculadas em veículos de comunicação sem nenhum fundamento", concluiu Doria.

Convidado a se pronuncias no vídeo, o governador de São Paulo foi mais econômico nas palavras e destacou apenas que foi "uma grande alegria" tomar um café com Doria, tido por ele como "um amigo muito querido".

Na semana passada, num dos episódios que sugeriam litígio político entre criador e criatura, Alckmin disse em palestra em Porto Alegre que "2018 será a eleição da experiência", o que foi encarado como um recado a João Doria, que se credencia como o 'novo' e o 'não político'.

Leia também: Temer não participa de discussões sobre reforma política, diz Planalto

Assista abaixo ao vídeo de João Doria com Geraldo Alckmin:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.