Programa tucano de 10 minutos foi exibido duas semanas após horário político do PT ter sido marcado por protestos no País

Ampliando sua ofensiva contra o PT, o PSDB não poupou a atual presidente da República e seu antecessor, Luís Inácio Lula da Silva, na propaganda partidária exibida em rede nacional, na noite desta terça-feira (19). Mais uma vez, no entanto, governistas conseguiram emplacar entre os assuntos mais comentados do Twitter a hashtag #PSDBteuPASSADOteCONDENA.

Leia mais:
PSDB amplia ofensiva contra Dilma em propaganda: "O que era grave ficou pior"

A propaganda partidária veio exatamente nove dias após o PSDB ter estreado um anúncio de 30 segundos no qual se autointitulou "oposição a favor do Brasil" e duas semanas depois de o horário político do PT ter sido marcado por protestos com panelas em diversas partes do Brasil. 

Por sinal, foi com imagens do panelaço mais recente contra Dilma que foi iniciado o programa, no qual discursaram o presidente nacional da legenda, Aécio Neves, o ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso e o senador Cássio Cunha Lima.

Veja imagens dos protesto contra Dilma Rousseff no dia 12 de abril:

"Desde criança, a gente aprende que mentir é errado. Agora, imagine uma mentira que seja tão grande e tão grave que prejudica o país inteiro", atacou o partido logo ao início da propaganda. Ao longo dos dez minutos de exibição, o programa lançou o slogan "oposição não é dizer não a tudo, é lutar para defender um país".

Leia também:
Horário político do PT é marcado por panelaço em várias regiões do Brasil
Panelaços são manifestações normais da democracia, destaca Dilma Rousseff
Programa de humor americano faz piadas com panelaço e corrupção na Petrobras

"As mentiras de Dilma"
O PSDB não criticou Dilma apenas com citações da presidente nos discursos das principais lideranças tucanas. Ao longo do programa, imagens da petista discursando, durante as eleições de 2014, sobre temas como impostos ("não subirei a conta de luz"), inflação ("tenho certeza de que está sob controle") e Petrobras ("quem investir na empresa vai ganhar muito dinheiro") foram exibidas.

Em horário eleitoral do PSDB, Aécio Neves diz que o governo escondeu a realidade da população
Reprodução
Em horário eleitoral do PSDB, Aécio Neves diz que o governo escondeu a realidade da população

"Se o governo tivesse ouvido, agido com responsabilidade, não seria necessário cortar verbas. Mas o governo preferiu ir pelo caminho errado, o tempo passou e deu no que deu: o que era grave ficou pior", discursou Aécio Neves durante a propaganda. "Se, no ano passado, o Brasil escolheu um governo, ele também escolheu uma oposição."

Já o ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso foi mais fundo e citou nominalmente Luís Inácio Lula da Silva como também responsável pelos problemas pelos quais passa o Brasil. 

"A primeira coisa pra reerguer o país é mudar os erros. Os enganos e desvios começaram no governo Lula", disse FHC, citando sua versão para o slogan favorito do petista. "Nunca antes neste país se roubou tanto."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.