Prefeitura de São Paulo diz que cobrará explicações de 60 construtoras

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Convocações para prestação de esclarecimentos sobre o ISS estão previstas para as próximas três semanas, e o número de empresas chamadas ainda pode crescer

Agência Estado

A Prefeitura informou que vai notificar 60 construtoras para prestar esclarecimentos sobre o Imposto sobre Serviços (ISS). As convocações estão previstas para as próximas três semanas, e o número de empresas chamadas ainda pode crescer. "Essas 60 são apenas as primeiras empresas a serem notificadas. A auditoria não vai acabar neste período, e se prevê que a velocidade de notificações aumente conforme o grupo avançar no trabalho", afirmou a Prefeitura, em nota.

Conheça a nova home do Último Segundo

Ministério Público investigará novos nomes ligados à máfia do ISS

De volta à Câmara: Ex-secretário de Haddad pede licença de 13 dias

Brasil Econômico
O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad

Segundo a administração, nenhuma das convocadas se apresentou à Prefeitura até agora. Até dia 22, a Prefeitura quer fazer a auditoria de 16 empresas convocadas. Outras 44 deverão prestar esclarecimentos até o dia 6 de dezembro. O prefeito Fernando Haddad afirmou na terça-feira (dia 19) à tarde que o foco do trabalho será apurar quanto as empresas deixaram de pagar em tributos municipais. "Da mesma forma que começamos a investigar os integrantes desde março, com escutas, existe uma outra etapa sendo feita agora", disse.

"As empresas que foram convocadas pela Secretaria de Finanças vão ter de apresentar comprovante que mostre que recolheram os impostos devidos para a Prefeitura. Se elas não pagaram porque acertaram uma 'taxa de agilização' com a quadrilha estarão inadimplentes com o município", disse o prefeito.

Leia tudo sobre: igspISShaddad

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas