Se eleições fossem hoje, Dilma venceria no primeiro turno

Por Agência Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Cenário simulado pela pesquisa da Confederação Nacional dos Transportes considerou Aécio Neves (PSDB), Eduardo Campos (PSB) e Marina Silva na disputa contra a presidente

Agência Brasil

Se as eleições ocorressem hoje, a presidente Dilma Rousseff teria 52,8% dos votos e venceria no primeiro turno, mostra pesquisa feita pelo Instituto MDA e divulgada neta terça-feira (11) pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT).

L. Adolfo/Futura Press
Aécio e Dilma se cumprimentam em cerimônia de abertura da ExpoZebu, em Uberaba, Minas Gerais

Leia também: Aprovação do governo Dilma é de 54%, mostra pesquisa

Lista: Dilma é a segunda mulher mais poderosa do mundosegundo a 'Forbes'

Em 2012: Avaliação positiva do governo Dilma é de 56,6%, diz pesquisa da CNT

Ibope: Popularidade de Dilma bate novo recorde e atinge 79%

Na disputa presidencial, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) aparece com 17% dos votos, seguido pela ex-ministra Marina Silva e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, com 12,5% e 3,7%, da preferência da população, respectivamente.

O estudo analisou ainda o grau de conhecimento da população sobre os possíveis candidatos. Do total de entrevistados, 99,5% conhecem ou já ouviram falar em Dilma Roussef. Na sequência aparecem Marina Silva (75,6%), seguida por Aécio Neves (72,6%) e Eduardo Campos (45%).

Leia mais: Divergências na aliança PMDB-PT abrem espaço para Aécio e Eduardo Campos

Nos cenários comparativos da pesquisa, a atual presidente ganharia em primeiro turno. No levantamento de voto estimulado – quando os pesquisadores apresentam os candidatos – Dilma ganharia com 54,2% dos votos contra 18% de Aécio Neves.

Em caso de segundo turno, Dilma também ficou à frente dos demais candidatos. Em uma disputa com Aécio Neves, a vitória seria de 58,8% contra 22,5%. Já com a candidata Marina Silva, a atual presidente alcançou 59,7% da preferência ante 20,4% do oponente. Contra Eduardo Campos, os índices apontaram favoritismo de Dilma com 63,8% das intenções, contra 11,9%.

A pesquisa traz dados sobre a expectativa da população em relação ao governo e a temas conjunturais. Nesta edição do estudo, foram entrevistadas 2 mil pessoas, em 134 municípios de 20 estados, entre os dias 1º e 5 de junho.

Leia tudo sobre: DilmaEleições 2014Eduardo CamposMarina SilvaAécio Neves

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas