Lula: 'Se voltar a ser candidato, quero o voto dos empresários que tinham medo'

Durante palestra em Paris, ex-presidente diz que, no seu governo, empresários nunca ganharam 'tanto dinheiro, cresceram tanto e geraram tantos empregos'

Agência Estado |

Agência Estado

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quarta-feira (12) que se um dia vier a ser candidato novamente, quer o voto dos empresários que, antes de seu governo, tinham medo dele.

"Espero que, se um dia eu voltar a ser candidato, eu tenha o voto deles ( dos empresários ) que não tive nas outras eleições", afirmou, durante palestra no Fórum do Progresso Social na capital francesa.

Marqueteiro:  Lula seria 'imbátivel' para o governo de São Paulo em 2014

Acusação: Valério diz que mensalão pagou despesas pessoais de Lula

Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Lula participa de colóquio da fundação política alemã Friedrich Ebert sobre o papel do Brasil na nova ordem mundial (11/12)


Resposta: 'Não posso acreditar em mentira’, diz Lula sobre acusações de Valério 

"Todos tinham medo de mim. Aqui, tem empresários que certamente não votaram em mim por medo. Hoje, olho com orgulho, porque eles nunca ganharam tanto dinheiro, cresceram tanto e geraram tantos empregos como no meu governo", completou.

Mais cedo, o ex-presidente assistiu ao fim do primeiro jogo do Corinthians no Mundial de Clubes disputado nesta quarta no Japão. Segundo sua assessoria de imprensa, Lula comemorou a vitória e "está feliz" com placar de 1 a 0 contra o egípcio Al Ahly.

Lula acompanhou o jogo em uma sala no Centro de Conferência Ministerial em Paris, onde o Instituto Lula e o Instituo Jean Jaurès promovem o "Fórum do Progresso Social".

    Leia tudo sobre: lulacandidatoparisfrança

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG